Acabou a paz? Larghi 'aumenta o tom' após nova derrota frustrante do Galo

(Foto: Reprodução da Internet)

​​Com uma tabela acessível para embalar no Brasileirão, o Atlético-MG não conseguiu sua terceira vitória consecutiva na competição. Apática, a equipe mineira saiu de Santa Catarina sem pontuar, perdendo por 1 a 0 para a desesperada Chapecoense, que deixou a zona de rebaixamento, ao menos temporariamente.

​​Muito irritado após o apito final, Thiago Larghi criticou bastante a atuação de seus comandados. Em entrevista coletiva pós-jogo, o treinador apontou as falhas que culminaram em uma derrota inesperada e frustrante: "Faltou ambição, faltou chegada, coragem, um contra um, tabela... Por deixar escapar uma vitória como essa, que era para ter vencido, que a gente não está na parte de cima da tabela", criticou.

QUER SABER MAIS SOBRE O ATLÉTICO? CLIQUE AQUI.

Como noticia o ​UOL Esportes, o tom otimista e confiante da última semana, quando jogadores e comissão técnica voltaram a falar em título brasileiro, deu lugar a um "choque de realidade" e redirecionamento de pretensões. Para o comandante, é hora de focar no G-4, que garante uma vaga direta para a Libertadores 2019.

"Eu acho que a gente tem que ser realista de estar preocupado [com o Santos, atual sétimo colocado], mas são seis pontos. Nosso time tem capacidade de chegar ao G-4 e ampliar essa distância de novo. São 10 jogos. Se a gente tiver uma constância de performance do nosso grupo, a gente consegue atingir o objetivo", concluiu.

Com o revés, o Atlético-MG estacionou nos 45 pontos, ​enquanto o líder Palmeiras foi a 56 após bater o São Paulo em pleno Morumbi. Ao que tudo indica, o sonho de voltar a conquistar um título pesado ficou para 2019 na Cidade do Galo.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO ATLÉTICO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!