Grêmio mira marca da época de Felipão e traça estratégia contra o Bahia

(Foto: Reprodução da Internet)

No dia 9 de setembro, ou seja, há quase um mês, o Grêmio visitava o rival Internacional e, numa atuação pouco elogiável, saiu de campo derrotado por 1 a 0 no Beira-Rio. Mas de lá para cá o panorama mudou muito. Renato Portaluppi e seus comandados enfileiraram cinco vitórias na sequência e, ​além de chegarem à semifinal da Copa Libertadores, de quebra ainda passaram a sonhar com o título brasileiro.

A sequência positiva se aproxima daquela de sete vitórias consecutivas que o clube teve quando Luiz Felipe Scolari estava à frente do time. Em 2015, em meio à Copa do Brasil e ao Campeonato Gaúcho, o Imortal venceu Caxias, Ypiranga-RS, Cruzeiro, Lajeadense, Novo Hamburgo, São Paulo-RS e Campinense-PB.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

O desafio deste sábado é o Bahia, empolgado pela classificação às quartas de final da Copa Sul-Americana contra o Botafogo, mas ainda de olho na ameaça de rebaixamento. Como o duelo com o River Plate só vão se enfrentar no dia 23 de outubro e o time não está mais na Copa do Brasil, a tendência é de que a escalação seja com força máxima, com os gremistas indo a campo com Marcelo Grohe; Leonardo Gomes, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Cícero (Thaciano), Alisson, Luan e Everton; Jael.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!