Mano Menezes refuta 'obrigação' do Cruzeiro vencer Copa do Brasil após eliminação na Libertadores

(Foto: Reprodução da Internet)

O Cruzeiro ficou apenas no empate por 1 a 1 diante do Boca Juniors, no Mineirão, e o resultado eliminou a Raposa da Copa Libertadores. Porém, já na próxima quarta-feira (10), o clube estrelado começa a decidir a Copa do Brasil contra o Corinthians. Inclusive, o assunto foi tema da coletiva do técnico Mano Menezes, que refutou a ideia de que o clube celeste tem obrigação de ser campeão.

“Obrigação no futebol de ganhar e ser campeão? Não temos que salvar nada, quem tem que salvar é quem não ganhou nada. Aqui em Belo Horizonte já teve gente que foi campeão. O Cruzeiro já foi campeão”, rebateu o técnico Mano Menezes quando foi questionado sobre ganhar a Copa do Brasil para ‘salvar o ano’.

QUER SABER MAIS SOBRE O CRUZEIRO? CLIQUE AQUI.

Além disso, o treinador celeste se mostrou irritado com a arbitragem do uruguaio Andrés Cunha, que ‘amarrou’ o Cruzeiro com o excesso de marcação de faltas que, em muito dos casos, não existiram.

“Para nossa surpresa, desde o inicio, faltinhas aqui, paralisações, na minha opinião fizemos um gol legal na primeira parte do jogo e que foi mal anulado. Saímos dessa forma. Isso que me deixa chateado. A equipe se entregou, tem suas limitações, mas poderíamos ter passado por esse adversário se as coisas tivessem acontecido numa normalidade”, reclamou Mano Menezes.

O primeiro jogo entre Cruzeiro e Corinthians acontece no Mineirão, no próximo dia 10, enquanto a grande final, na Arena, será disputada no dia 17, quando o grande campeão da Copa do Brasil será definido.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!