Dedé dá forte declaração e fala sobre lado político na Libertadores

(Foto: Reprodução da Internet)

O Cruzeiro jogou contra o Boca Juniors pelo segundo jogo das quartas de final da Libertadores nesta quinta-feira (04) no Mineirão. Com a desvantagem no placar por 2 a 0, o empate por 1 a 1 não foi suficiente para avançar à semifinal.

Na saída do vestiário, o zagueiro Dedé deu uma declaração forte a respeito do lance que resultou na sua expulsão no jogo.

QUER SABER MAIS SOBRE O CRUZEIRO? CLIQUE AQUI.

“Eu dominei a bola e ela tava no meu pé. Deu dois lances e falou ‘Quem pegar, pegou’. Falei, ‘Nossa’. Fui bloquear a bola, e minha perna direita bateu no ‘bico’ do joelho dele. Não acho que lance pra expulsão, lance normal. Infelizmente, algumas coisas a gente vê que não são só dentro de campo.”

“Todo mundo sabe que no futebol, quando o juiz para a bola e o adversário domina a bola ai o lance fica pra quem dominou a bola. o boca foi e deu chutão,” completou.

Ainda falou sobre política que envolve a Copa Libertadores e que as coisas são resolvidas tanto dentro, quanto fora de campo.

“Algumas coisas mexem com lado político. A gente sabe que jogar a Libertadores fica difícil pelo fato de ter um lado político muito forte. A gente nesses dois jogos, foi de fato um jogo complicado não só dentro de campo. Fora de campo também”, finalizou Dedé.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!