Com Gabigol de volta, Santos revê adversário que fez ataque encantar

(Foto: Reprodução da Internet)

Dos 27 jogos que disputou no Campeonato Brasileiro até aqui, em apenas um deles o Santos conseguiu marcar mais de três gols. Foi na goleada por 5 a 2 sobre o Vitória, na Vila Belmiro, em 3 de junho, quando Jair Ventura ainda era o treinador da equipe. É justamente esse o adversário que o time, agora comandado por Cuca, reencontra na noite desta sexta-feira (5), às 21h30, no Barradão, em duelo válido pela 28ª rodada do Nacional.

A goleada no primeiro turno serviu para dar um alívio o Santos, que na época vinha de três derrotas consecutivas na competição nacional e ocupava a zona de rebaixamento. Com três gols, Rodrygo foi o grande destaque do time na Vila – Gabigol e Renato fecharam a conta. Dos três goleadores, apenas Renato não começará como titular nesta sexta.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Gabigol, aliás, é a principal novidade do Santos para o confronto. Artilheiro do Brasileiro com 13 gols, ele volta ao time depois de ser desfalque na vitória sobre o Atlético-PR por suspensão. Já Rodrygo, que virou dúvida ao longo da semana por conta de um incômodo na coxa, treinou normalmente nessa quinta e forma o trio de ataque ao lado de Gabigol e Bruno Henrique.

Se no primeiro turno o Santos brigava para se afastar da zona de descenso, agora o time de Cuca luta para se estabelecer na parte de cima da tabela e assim passar a brigar por vaga na Libertadores do ano que vem. Por enquanto, o treinador ainda prefere manter a cautela até que qualquer chance de rebaixamento seja eliminada.

"Nossa primeira meta é essa (fugir do descenso), não podemos negar. Hoje nós melhoramos, somos o segundo melhor do returno, o aproveitamento melhorou bastante, temos um padrão de jogo, uma regularidade. Temos que somar esses pontos o quanto antes, mas podemos ter uma mira na Libertadores. Não sabemos se vão entrar seis, sete, oito", afirmou Cuca, em coletiva.

Apesar da má fase do rival, que vem de três derrotas consecutivas, Cuca evita falar que o Santos tem obrigação de bater o Vitória dentro do Barradão. O rival é o 17º.
"Isso é enganoso e perigoso. O adversário tem 29 pontos e luta com todas as forças que tem pelo objetivo dele. Você pensar que sua obrigação é ir lá e vencer é errado. Você tem que se preparar para fazer um bom jogo. Se fizer isso, fica próximo de um bom resultado", acrescentou Cuca.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!