Grêmio recebe resposta negativa da CBF e não terá Everton contra o Palmeiras

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

O Grêmio terá um desfalque importante para o confronto direto contra o Palmeiras, pelo Brasileirão. Nesta semana, o clube foi comunicado que Everton não será desconvocado dos amistosos da Seleção Brasileira. Desta forma, o atacante não estará em campo no duelo de 29ª rodada.

Único clube com um atleta convocado para os próximos compromissos da seleção, o Grêmio chegou a entrar com um pedido na CBF. A direção esperava que a entidade não criasse um desequilíbrio técnico no Brasileirão.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

“Recebi uma ligação do Walter Feldman (secretário da CBF) na noite da última quarta-feira. Veio a informação de que Everton não será desconvocado”, disse Romildo Bolzan. “O Grêmio teve uma profunda decepção pelos critérios adotados. Fomos excepcionalizados por estes critérios”, completou o presidente tricolor à GauchaZH.

A preocupação da direção justifica-se pelo grande ano que Everton vem realizando. Um dos pilares da equipe do técnico Renato Gaúcho, o atacante acumula 42 partidas e 17 gols marcados em 2018. No Brasileirão, o camisa 11 domina as principais estatísticas individuais da equipe.

O duelo entre Grêmio e Palmeiras está marcado para o dia 14, um domingo. A apresentação de Everton para o técnico Tite está marcada para segunda-feira, 08. Já os amistosos da Seleção, contra Arábia Saudita e Argentina, serão nos dias 12 e 16.

Antes do confronto direto, neste sábado, 06, o Tricolor tem compromisso com o Bahia, em Porto Alegre. Já o Verdão visita o São Paulo, no Morumbi.

No momento, o Palmeiras é o líder do Brasileirão com 53 pontos, três a mais que o Grêmio. O confronto direto será realizado no Pacaembu, por conta de eventos marcados para o Allianz Parque.

Kannemann também será desfalque

Além de Everton, o Grêmio enfrentará o Palmeiras sem Kannemann. O zagueiro foi convocado pela Argentina e descartou a possibilidade de pedir dispensa.

“No pessoal, é a minha segunda convocação para a seleção argentina. A verdade é que eu quero, tenho vontade de ir, porque é algo único para um jogador. Talvez, em outras circunstâncias, seja diferente, mas hoje em dia todo mundo quer jogar na seleção e isso é um clima muito difícil, porque um jogador quer jogar os dois jogos”, disse o defensor após a goleada sobre o Atlético Tucumán, na terça-feira.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!