Marcelo Oliveira manterá três zagueiros para jogo do Fluminense contra o Cuenca

(Foto: Reprodução da Internet)

Mesmo com o mau desempenho na derrota em casa para os reservas do Grêmio por 1 a 0, pelo Brasileiro, o técnico Marcelo Oliveira vai continuar apostando no 3-5-2 para o duelo desta quinta-feira contra o Deportivo Cuenca, pela Copa Sul-Americana. Quem confirmou foi Ibañez, que revelou o foco nos treinamentos desta semana para a melhora do esquema com três zagueiros.

"A gente vem treinando essa semana forte para fazer com que funcione bem. O esquema parece ser muito bom. A gente consegue se adaptar bem no campo e procura fazer o melhor, como fizemos em Quito e em Chapecó", afirmou o zagueiro.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLUMINENSE? CLIQUE AQUI.

De novo titular do Fluminense graças ao retorno do 3-5-2, Ibañez vê o entrosamento com Gum e Digão como um importante trunfo para o sucesso defensivo do esquema.

"Eu, Gum e Digão procuramos conversar bastante dentro do campo, procuramos fechar os espaços. Isso faz com que consigamos nos adaptar bem ao esquema. Isso ajuda muito", analisou.

Desde que passou a ser utilizado com mais frequência por Marcelo Oliveira, o 3-5-2 garantiu ao Fluminense duas vitórias fora de casa (sobre Deportivo Cuenca e Chapecoense), com quatro gols marcados. Entretanto, contra o Grêmio, os problemas ofensivos foram muito grandes e levantaram dúvidas sobre a capacidade de criação do time com três zagueiros.

"Não vejo por aí. Muita gente vê como mais defensivo, eu vejo totalmente diferente, acho mais ofensivo ainda. Ataca com os 2 laterais e chega com até sete jogadores no ataque", defendeu Ibañez.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia

RECEBA NOTÍCIAS DO FLUMINENSE DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!