Ídolo do Vasco dispara após jogadores falarem de política: 'Assumam a responsabilidade'

(Foto: Reprodução da Internet)

O Vasco empatou contra o Paraná, na última segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro e perdeu uma ótima oportunidade de se distanciar da zona de rebaixamento. Após a partida, o atacante Maxi López foi ao programa 'Bem Amigos' e afirmou que a crise política do Cruzmaltino atrapalha os jogadores dentro de campo, mas parece que um ex-jogador do Vasco não concorda com o camisa 11.

Felipe, jogador com mais títulos na história do Vasco, foi até sua conta no Instagram e publicou um desabafo sobre a situação atual do clube e discordou das declarações feitas por jogadores e comissão técnica, sem citar nomes.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

Visualizar esta foto no Instagram.

Ontem, após mais um resultado frustrante do nosso Vasco, ouvi declarações muito preocupantes por parte de alguns jogadores e membros da comissão técnica no sentido de dizerem que a “questão política” está atrapalhando o time em campo. Sendo assim, achei justo lembrar que em 94, 97, 2000, 2003 e 2011 o Vasco foi CAMPEÃO! Sendo todos esses anos eleitorais... Torcedor, não se engane com esse discurso. O nome disso é transferência de responsabilidade. Além de tudo, a eleição foi remarcada tem uma semana! Me respondam: O Vasco está na posição que está por causa dessa semana? E como todo respeito ao Paraná, mas o Vasco na situação que está, não pode desperdiçar pontos contra uma equipe que até ontem tinha 16 pontos em 78 possíveis. Com política ou sem política. Não caia nesse discurso, torcedor. Posso falar porque já estive lá dentro e cansei de participar de conquistas em anos eleitorais, alguns com cenários muito mais complicados que o atual. Por isso, faço um pedido àqueles que representam nossa camisa dentro de campo: assumam a responsabilidade da parte que lhes cabe, que é jogar futebol.

Uma publicação compartilhada por @ fecalu em



"Ontem, após mais um resultado frustrante do nosso Vasco, ouvi declarações muito preocupantes por parte de alguns jogadores e membros da comissão técnica no sentido de dizerem que a “questão política” está atrapalhando o time em campo. Sendo assim, achei justo lembrar que em 94, 97, 2000, 2003 e 2011 o Vasco foi CAMPEÃO! Sendo todos esses anos eleitorais... Torcedor, não se engane com esse discurso. O nome disso é transferência de responsabilidade. Além de tudo, a eleição foi remarcada tem uma semana! Me respondam: O Vasco está na posição que está por causa dessa semana? E como todo respeito ao Paraná, mas o Vasco na situação que está, não pode desperdiçar pontos contra uma equipe que até ontem tinha 16 pontos em 78 possíveis. Com política ou sem política. Não caia nesse discurso, torcedor. Posso falar porque já estive lá dentro e cansei de participar de conquistas em anos eleitorais, alguns com cenários muito mais complicados que o atual. Por isso, faço um pedido àqueles que representam nossa camisa dentro de campo: assumam a responsabilidade da parte que lhes cabe, que é jogar futebol", disse Felipe.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!