Justiça anula eleição do Vasco e determina data de novo pleito, diz jornal

(Foto: Paulo Fernandes / Vasco)

Uma reviravolta aconteceu na política do Vasco na tarde desta sexta-feira (28 de setembro). A juíza Glória Heloiza Lima da Silva, da 28ª Vara Cível do Rio, decidiu por anular a eleição do clube, realizada no mês de novembro de 2017. As informações são do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

Na decisão, a juíza determinou que um novo pleito entre os sócios seja realizado no próximo dia 8 de dezembro, para a eleição do Conselho Deliberativo. Já a escolha do presidente pelos conselheiros deve ser feita no dia 17 de dezembro.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

A anulação do pleito passado se dá por conta de irregularidades na captação de sócios. Na época, uma urna com votos de possíveis sócios irregulares foi separada, no entanto a Polícia Civíl concluiu que votantes de outras urnas também não estavam regularizados.

A Chapa Sempre Vasco foi declarada a vencedora do pleito, mas uma cisão entre os conselheiros fez com que o então candidato a presidente Júlio Brant não ganhasse a votação no Conselho Deliberativo. Alexandre Campello, que seria vice-presidente de Brant, lançou a própria candidatura e foi eleito presidente.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!