Vice do Cruzeiro detona Conmebol e CBF: "Agora é guerra"

(Foto: Reprodução da Internet)

O vice-presidente do Cruzeiro, Ronaldo Granata, foi as redes sociais após a partida contra o Boca, pela Libertadores, e demonstrou toda sua insatisfação quanto a arbitragem do paraguaio Eber Aquino, que expulsou o zagueiro Dedé na etapa final.

– Mais uma vez fomos prejudicados pela arbitragem. Mas somos maiores que CBF e Conmebol juntas! Há tempos luto por uma intervenção na CBF, quem me acompanha sabe. Essa corja quer destruir o nosso futebol, mas não vamos permitir. Agora é guerra! – escreveu Granata em seu Twitter.

QUER SABER MAIS SOBRE O CRUZEIRO? CLIQUE AQUI.

– Chega de desmando no futebol por instituições que são comandadas por meia dúzia de pessoas que visam interesses próprios. Roubalheira reconhecida pela própria imprensa portenha. Vamos juntos Nação Azul, é hora do basta – completou.

Aos 29 minutos do segundo tempo, Dedé trombou com o goleiro Andrada. Depois do arqueiro ser atendido, Éber Aquino resolveu consultar o VAR. Na sequência, decidiu expulsar o zagueiro do Cruzeiro. Minutos depois do cartão vermelho, o Boca Juniors se aproveitou da superioridade numérica e marcou o segundo gol com Pablo Perez.

O duelo da volta está marcado para o dia 4 de outubro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Para avançar na competição, os brasileiros precisarão ao menos devolver o mesmo placar, que levaria a decisão para os pênaltis.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!