Vasco tem 'reforços' para o clássico contra o Flamengo; veja a escalação

(Foto: Carlos Gregório Jr / Vasco)

Depois de quatro derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama aposta no clássico contra o Flamengo para começar a dar a volta por cima. As duas equipes se enfrentam neste sábado (15), às 19h (horário de Brasília), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, em duelo da 25ª rodada, e o Cruzmaltino está pronto.

Para a partida, o técnico do Vasco, Alberto Valentim, terá pelo menos três reforços em relação ao time dos últimos jogos já que o zagueiro Leandro Castán, o lateral-direito Rafael Galhardo e o meia Giovanni Augusto estão recuperados de problemas físicos e foram relacionados – o beque deve ser titular.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

No entanto, Valentim preferiu não antecipar a escalação. “Time definido, mas não vou falar para vocês [jornalistas]. Vamos procurar deixar para nós. Já tenho definido“, resumiu.

Desfalques do Vasco

Por outro lado, o Gigante da Colina não poderá contar com o meia/lateral Yago Pikachu e com o volante Desábato, que estão suspensos, enquanto o meia Wagner rescindiu seu contrato com autorização da Justiça por causa de atrasos salariais e nos pagamentos de FGTS.

Além deles, os zagueiros Breno e Henríquez, e os tacantes Vinicius Araujo, Caio Monteiro e Rildo ainda se recuperam de lesão e poderão ser novidades apenas para a próxima rodada contra o Bahia.

Escalação do Cruzmaltino

Desta forma, a provável escalação do Vasco contra o Flamengo terá: Martín Silva; Lenon, Werley, Leandro Castán e Ramon; Raul, Andrey (Giovanni Augusto), Willian Maranhão, Thiago Galhardo; Andrés Rios e Maxi López.

Comoção

Antes do apito inicial na partida entre Vasco e Flamengo, haverá um minuto de silêncio em homenagem ao menino Isaque, atleta das categorias de base do Cruzmaltino, que morreu na última quinta-feira (13), vítima de um câncer ósseo.

“A gente fica até sem palavras. Deixamos os sentimentos para a família e oramos para que Deus conforte os corações. A vida é um sopro, é muito triste ver um menino tão novo ter o sonho interrompido. Que papai do céu possa cuidar dele. Vamos trabalhar para ele. Temos a oportunidade de jogar futebol, que ele não conseguiu, temos mais responsabilidade ainda de entrar em campo e dar 100%”, disse o zagueiro Castán.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!