Romildo anuncia medida para "mexer" com o vestiário gremista

(Foto: Reprodução da Internet)

Neste sábado, o ​Grêmio completa 115 anos. Pois foi justamente em uma sessão do Conselho Deliberativo em homenagem a esta data que o presidente Romildo Bolzan Júnior fez uma revelação que promete mexer com o vestiário tricolor visando à partida de terça-feira, contra o Tucumán, pela rodada de ida das quartas de final da Libertadores da América. Em setembro, o clube quitou de forma antecipada toda a folha de pagamento do grupo de jogadores, que chega a R$ 8,7 milhões.

O Tricolor, normalmente, adota a seguinte política: paga no dia 5 de cada mês os valores referentes à carteira de trabalho e, no dia 20, os direitos de imagem. Como já tinha o dinheiro em caixa para repassar o que seria depositado apenas na outra semana, o mandatário azul orientou o departamento financeiro a fazer um “agrado” na última quinta-feira, oito dias antes do previsto. “Foi para criar um clima de confiança, desejo de vencer e organização”, disse Bolzan.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

No primeiro semestre de 2018, o Grêmio teve superávit de R$ 3,5 milhões, muito por reflexo da venda do meio-campista Arthur para o Barcelona, negociação esta que rendeu cerca de 32 milhões de euros ao clube. Antes de pegar o Tucumán, os gaúchos recebem o Paraná pelo Campeonato Brasileiro. No jogo deste sábado, a vitória é considerada fundamental mesmo que a equipe não entre em campo com força máxima. Com 41 pontos, oito a menos que o líder e rival Inter, o Tricolor ocupa a sexta colocação na tabela.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!