Com 19 defesas difíceis em 10 jogos, Marcelo Lomba escolha a sua preferida

(Foto: Reprodução da Internet)

O jogo já estava praticamente decidido. Com 3×0 a favor, o Inter apenas administrava a importante vitória diante de um insistente Fluminense, que queria ao menos descontar o placar. Em uma dessas tentativas, Sornoza bateu forte de perna esquerda, mas não conseguiu superar o inspirado goleiro Marcelo Lomba.

Para o arqueiro, essa foi a defesa mais difícil e sua preferida das 19 que fez em 10 partidas. Ele recordou o lance em entrevista concedida ao portal Globoesporte.com:

QUER SABER MAIS SOBRE O INTERNACIONAL? CLIQUE AQUI.

“Acho que no chute do Sornoza do Fluminense, já aos 44, 45 do segundo tempo, ele chutou no alto. Um belo chute, com muita força, peguei com mão trocada. Foi engraçado. A gente brinca no vestiário, que a bola bateu na minha mão, na trave, e o jogo continuou. Aí, o Edenílson e o Dourado saíram para me abraçar. O jogo estava correndo ainda. Mas o resultado estava praticamente feito”, comentou.

Reveja aqui o lance

Em grande fase, Lomba assumiu o posto de titular após a lesão no ombro de Danilo Fernandes, que está fora do time desde a vitória por 3×0 sobre o Botafogo no Beira-Rio.

“É trabalho. Tem a mão do treinador de goleiros (Daniel Pavan), que já me conhece faz algum tempo. Estou no Inter há dois anos. Faz parte de uma evolução. Coletivamente a gente está muito bem. Os lances que vêm para mim são mais decisivos. Se você tem êxito aparece mais. Quando você joga para um estádio com 50 mil pessoas valendo a liderança, tem uma repercussão muito grande”, acrescentou com Lomba. Com o inspirado goleiro em campo, o Inter volta a jogar na segunda-feira, 20h, contra a Chapecoense, fora de casa. O colorado é líder com 49 pontos.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO INTERNACIONAL DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!