Edilson nega ter xingado árbitro e disse que pediu para olhar o VAR

(Foto: Washington Alves / Cruzeiro)

O Cruzeiro venceu o Palmeiras por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (12), no Allianz Parque, pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Um dos lances mais polêmicos da partida foi o cartão amarelo para o lateral-direito do Cruzeiro, Edilson. O árbitro alega que o jogador o xingou.

QUER SABER MAIS SOBRE O CRUZEIRO? CLIQUE AQUI.

Após a partida, o atleta negou que tenha falado qualquer coisa para o árbitro e afirma que as palavras e gestos foram para seus companheiros.

“Depois que ele me expulsou eu virei pra ele e disse que esse jogo tinha VAR, se ele poderia olhar o VAR pra ver se ele tava certo ou errado. Ele disse ‘não, não, você me xingou’. Eu disse que vai perder a oportunidade de checar. Se tiver errado, vai tá prejudicando. Eu fui sair, virei de costas e gesticulei para os meus atletas. O Dudu fez isso umas 15 vezes no jogo e não deu amarelo para ele. Eu fiz uma vez, levei amarelo e vermelho”, reclamou.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!