Zico revela que não retorna ao Flamengo: 'Esse jogo sujo existe no Brasil'

(Foto: Reprodução da Internet)

Maior ídolo do Flamengo, Zico nunca mais irá trabalhar no clube carioca. Em entrevista ao SporTV, o ex-jogador falou sobre sua passagem como dirigente do clube durante a gestão de Patrícia Amorim e explicou o motivo da sua decisão de não enfrentar novamente o peso de ter um cargo no Rubro-negro.

"Não volto. Não volto porque é um trabalho diferente. As pessoas que estavam no Flamengo na época que eu quis ir para lá, eu só aceitei ir para lá porque era uma ex-atleta que estava na presidência. E eu achava que o ex-atleta pode dar uma contribuição, ainda mais o conhecimento que ela tinha pelo próprio clube. Só que, como você se liga muito na política, a política acaba te envolvendo com pessoas inescrupulosas, pessoas que realmente não tem o que fazer, se agarram naquela situação e começam a jogar coisas no meio da mídia. E se você não tem os resultados adequados, isso acaba virando verdade", afirmou.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

O Galinho admitiu que tem receio de desgastar a sua imagem que é inabalável com os torcedores do clube carioca. Ele relembrou algumas situações que viveu no período em que trabalhou no Flamengo.

"Eu não quero entrar para o meu clube, um clube que eu amo, que vivi a vida inteira, que envolvam minha família. Imagina você trabalhando durante 20 anos, dando teu suor, e vem um bobo alegre falar que seu filho está participando de contratação de jogadores. Aí depois, o próprio jornalista, bota isso lá, troca o nome de um filho para o outro, depois recolhe, viu que errou... eu não estou mais para isso. A minha história e da minha família todos sabem. Esse jogo sujo existe no Brasil, então não há a menor condição", disse.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia

RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!