(Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)

Fluminense projeta pontuar como visitante

Passado o triunfo de 1 a 0 sobre o Corinthians, o Fluminense projeta o confronto de sábado, às 21h (de Brasília), contra o Cruzeiro no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na visão dos tricolores, a vitória diante dos corintianos anima para o segundo turno, mas, o que pode fazer a diferença é a conquista de pontos como visitante.

“O Cruzeiro é um grande time, mas temos que buscar a vitória fora de casa por que queremos coisas grandes neste Campeonato Brasileiro. Sabemos que teremos dificuldades, mas a vitória é o que interessa”, disse o atacante Pedro.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLUMINENSE? CLIQUE AQUI.

O equatoriano Junior Sornoza, que vem jogando no sacrifício por conta de um edema na coxa esquerda, pensa de maneira parecida.

“Conquistar pontos fora de casa é algo que faz a diferença em um campeonato como o nosso”, disse Sornoza.

Com pouco tempo de preparação, o técnico Marcelo Oliveira só vai definir nesta sexta-feira a escalação, pois a quinta-feira foi marcada por um trabalho regenerativo. O volante Jadson, que se recupera de uma pancada no joelho esquerdo, será reavaliado. O atacante Everaldo, levado ao hospital após um choque na cabeça, já está bem, mas não será relacionado por prudência médica. A viagem para Minas Gerais acontece nesta sexta-feira.

GAFE: O zagueiro Gum, autor do gol da vitória do Fluminense sobre o Corinthians, protagonizou uma verdadeira gafe após a partida. Ao conceder entrevista na beira do campo, o defensor afirmou que o árbitro de vídeo fez a diferença no lance da expulsão de Romero, porém, no Campeonato Brasileiro esse recurso ainda não está disponível, somente na Copa do Brasil.

“Parabenizar o árbitro pela partida, lance decisivo, muito clara a expulsão. Por mais que os jogadores do Corinthians tentaram falar que não foi, a marca é visível no rosto do Digão, ele tomou a cotovelada. Parabenizar pelo árbitro de vídeo, porque hoje ajudou muito, lance decisivo na partida, expulsão correta. Se não tem árbitro de vídeo, poderia complicar um pouquinho na interpretação do árbitro”, afirmou Gum à “TV Globo”.

Ao ser corrigido pelo repórter e se certificar que no Brasileirão o árbitro não conta com o auxílio da tecnologia, Gum refez sua declaração, mas continuou pregando que o VAR (sigla em inglês para árbitro de vídeo) precisa ser implementado de forma mais ampla no futebol brasileiro para evitar novos erros crassos cometidos pelos juízes.

“Esse lance decisivo, como [o árbitro de vídeo] já tem na Copa do Brasil e terá no Campeonato Brasileiro, vai ajudar muito a arbitragem. Graças a Deus, o árbitro foi muito bem hoje, não prejudicou o Corinthians, nem o Fluminense. Esse árbitro de vídeo vai ajudar, porque os auxiliares ajudaram ele, acho que ele não tinha convicção. Esses erros que definem campeonato vão acabar um pouquinho”, garantiu Gum.

Enquanto o árbitro de vídeo não é implementado no Campeonato Brasileiro, o Fluminense tenta reagir e brigar pelas posições da parte de cima da tabela. Com a vitória sobre o Corinthians, o Tricolor carioca se aproximou do próprio Timão e também do Cruzeiro. Agora, a missão do elenco comandado pelo técnico Marcelo Oliveira terá a missão de manter a toada justamente contra o Cruzeiro, no próximo sábado, às 21h (de Brasília), no Mineirão.

Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva

RECEBA NOTÍCIAS DO FLUMINENSE DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Fluminense