Palmeiras tem jogo "ao estilo Felipão" para mostrar sua nova cara

(Foto: Reprodução da Internet)



A performance do ​Palmeiras com Roger Machado no comando estava bem abaixo da expectativa. Para muitos, faltava competitividade a um time recheado de estrelas, não havendo o chamado “espírito de Libertadores”. Ou seja, foi justamente para jogos como o desta quinta-feira que a direção foi atrás de um velho conhecido, que tem por característica formar equipes combativas e que sabe (ou sabia?), como poucos, disputar um mata-mata contra adversários sul-americanos. Diante do Cerro Porteño, no Paraguai, o Verdão inicia a sua participação na fase de oitavas de final da principal competição continental.

Desde o ano passado, quando o clube ficou pelo caminho, ninguém esconde a verdadeira obsessão que existe por conquistar novamente o torneio. Portanto, nada melhor do que ter no banco de reservas alguém que já levantou o troféu por duas vezes, sendo uma dirigindo os paulistas em outra época na qual dinheiro não era problema. “Quando fomos contratados, falamos que estamos disputando essa competição em boas condições de chegar à final, ganhar e ir ao Mundial. Esse foi meu primeiro pensamento ao receber o convite do clube”, revelou Luiz Felipe Scolari.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Brasileirão 2018 - Vitória x Palmeiras: prováveis times, desfalques, onde ver e palpites
- Edmundo destaca jogador do Palmeiras que poderia ter sido lembrado por Tite: "Está jogando bem"
- Haja coração! Palmeiras e Corinthians podem fazer final nacional e terem cinco duelos em um mês
- Palmeiras pode igualar marca histórica diante do Vitória


A partir das 21h45min, o gaúcho se “reencontra” com a Libertadores depois de 17 anos. Para o duelo em Assunção, ele não contará com o lateral-direito Marcos Rocha, em função de uma sobrecarga muscular, e com o atacante Willian, com lesão na coxa. Porém, a convicção na Academia de Futebol é de que o treinador sabe tirar de letra este tipo de problema. Ao menos, no passado, era assim.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

Cerro Porteño: Antony Silva; Raul Cáceres, Marcos Cáceres, Escobar e Acosta; Rodrigo Rojas, Palau, Jorge Rojas, Novick e Óscar Ruiz; Churín. Técnico: Luis Zubeldía.

Palmeiras: Weverton; Mayke; Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Hyoran, Dudu e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!