Números comprovam queda drástica do Fla, e Barbieri admite excesso de erros

(Foto: Reprodução da Internet)



Em cinco dias, o ​Flamengo perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro e praticamente deu adeus ao sonho da Libertadores. Até mesmo o setor defensivo, antes considerado um dos pontos fortes do time, passou a ser facilmente batido. Pois é...se antes da Copa do Mundo o Rubro-Negro vivia a expectativa de voltar às disputas ainda mais forte, o que se vê dentro do campo é bem diferente. E, obviamente, isso faz ressurgir a pressão em cima do trabalho do técnico Maurício Barbieri.

Nesta quarta-feira, após a derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, em pleno Maracanã, na rodada de ida das oitavas de final do torneio sul-americano, o meia Diego definiu: a equipe jogou de forma desorganizada, sem saber se movimentar dentro de campo. “Já discutimos internamente, principalmente depois do jogo contra o Grêmio (derrota, contra um time reserva, por 2 a 0). Acho que está faltando atenção em alguns momentos que precisamos corrigir. O grande ponto é que erramos mais do que errávamos antes. Estamos pagando um preço caro por isso”, destacou o comandante.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Barbieri quebra cabeça no Flamengo para substituir Diego e Réver; veja as opções
- Pascoal critica atuações de Uribe pelo Flamengo: "Jogador que não acontece"
- Fla terá quatro baixas importantes para compromisso fora de casa contra o Atlético-PR
- O clima esquentou! Jornalista diz que recebeu ameças de morte da torcida do Fla


Em sete jogos disputados depois do Mundial da Rússia, o Fla sofreu oito gols, mesmo número dos 18 compromissos anteriores com Barbieri. Mais do que isso, os atletas estão demonstrando insegurança, fazendo linha de impedimento de forma precipitada e deixando adversários na cara de Diego Alves, que vem sendo o ponto positivo deste momento de turbulência. “Não temos o que falar, precisamos fazer. O objetivo é encontrar a solução, mas de uma forma organizada. Ficamos decepcionados. Precisamos sentir a derrota para depois virar a página e trabalhar, sempre aprendendo com os erros”, encerrou o treinador. Como o mês de agosto é decisivo para as três competições que o Flamengo disputa, só não se pode é demorar muito tempo para encontrar alternativas.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!