Justiça derruba ordem de bloqueio de R$ 200 milhões de Scarpa e Palmeiras

(Foto: Reprodução da Internet)



Depois de a juíza Dalva Macedo, titular da 70ª Vara do Trabalho do Rio, determinar uma apreensão judicial dos bens de Gustavo Scarpa e Palmeiras no valor de R$ 200 milhões, na última segunda-feira (6 de agosto), o staff do jogador conseguiu derrubar essa ordem que era a favor do Fluminense. Nesta quinta-feira (9), o advogado do atleta, Bruno Tocantins, enviou um comunicado à imprensa explicando a situação:

Nesta quinta-feira (09), apresentamos Reclamação Correicional contra a decisão da Juíza de 1ª instância, Dra. Dalva Macedo, que ordenou o bloqueio de 200 milhões contra o Gustavo Scarpa e contra a Sociedade Esportiva Palmeiras.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Brasileirão 2018 - Vitória x Palmeiras: prováveis times, desfalques, onde ver e palpites
- Edmundo destaca jogador do Palmeiras que poderia ter sido lembrado por Tite: "Está jogando bem"
- Haja coração! Palmeiras e Corinthians podem fazer final nacional e terem cinco duelos em um mês
- Palmeiras pode igualar marca histórica diante do Vitória


A Desembargadora, Dra. Mery Bucker Caminha, Vice-Corregedora do TRT do RJ, e responsável por analisar o caso, deferiu liminar que havíamos requerido em favor do Gustavo Scarpa ordenando a imediata suspensão da ordem de bloqueio de 200 milhões e, ainda, determinando que a Dra. Dalva Macedo não realize quaisquer atos de execução adicionais no processo em favor do Fluminense.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

Bruno Tocantins
Tocantins Advogados


Scarpa segue jogando com o Palmeiras. Nesta quinta-feira (9), o atleta está no Paraguai para enfrentar o Cerro Porteño, pelo jogo de ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!