São Paulo valoriza intertemporada para atingir melhor campanha no pós-Copa

(Foto: Reprodução da Internet)



Flamengo, Corinthians, Grêmio, Cruzeiro e Vasco. Estes foram os cinco adversários do ​São Paulo até aqui no Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo. Ou seja, o novo líder da competição só enfrentou time grande. E se saiu muito bem. Dos 15 pontos em disputa, conquistou 12 (só perdeu a partida para o time gaúcho, de virada, em Porto Alegre), consolidando a melhor campanha entre todos os participantes neste período. Para atingir tal patamar, todos valorizam o que aconteceu na chamada intertemporada.

Os jogadores ganharam duas semanas de folga e, por opção da comissão técnica, não realizaram viagens para jogar amistosos. O trabalho se deu na capital paulista e, somente para aproximar ainda mais o grupo, houve uma semana de atividades em Cotia, local de atividades das categorias de base na Grande São Paulo. Cinco jogos-treino, contra Red Bull Brasil, São Caetano, São Bento, sub-21 e sub-23 do próprio Tricolor, foram suficientes para aperfeiçoar o esquema tático e, ao mesmo tempo, não gerar um desgaste excessivo nos atletas, que passaram a corresponder em campo e a colocar em prática as instruções do técnico Diego Aguirre.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Corpo mole? Jogador revela o que espera do São Paulo na Copa Sul-Americana
- "Vai ser uma guerra", diz Raí sobre duelo com o Colón na Sul-Americana
- São Paulo venceu apenas dois de 30 jogos fora de casa contra argentinos
- Relembre as outras vezes que o São Paulo conciliou BR e Sul-Americana


Algumas baixas no elenco, como do volante Petros, do meia Cueva e dos laterais Junior Tavares e Bruno, não geraram abalos. No entanto, existe a consciência de que o trabalho forte precisa ter prosseguimento. “Eu falava muito no início de que era preciso ter humildade, e isso vai continuar. Contamos com jogadores experientes, de bagagem e que nos ajudam muito no dia a dia. Estamos construindo algo para que o São Paulo continue onde está hoje, mas não dá para fazer outra coisa que não seja trabalhar”, definiu o treinador. Para encerrar o primeiro turno do Brasileirão, a equipe terá pela frente o Sport, na Ilha do Retiro, e a Chapecoense, no Morumbi.

QUER SABER MAIS SOBRE O SÃO PAULO? CLIQUE AQUI.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO SÃO PAULO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!