Para ter Everton Felipe, São Paulo aceita condição imposta pelo Sport

(Foto: Reprodução da Internet)



A novela envolvendo o futuro de Everton Felipe chegou ao fim. E com “vitória” do ​São Paulo. O jogador, que recentemente deu fortes declarações dando conta de que o ​Sport não estava mais querendo contar com o seu futebol e que, por isso, havia pedido ao técnico Claudinei Oliveira para não jogar enquanto o imbróglio não se resolvesse, se manifestou dando conta da sua preferência em defender o clube do Morumbi. E isso se concretizou.

O último entrava para solucionar o entrave foi deixado para trás no início desta semana. Na segunda-feira, a equipe pernambucana havia “batido o pé” e exigido que o Tricolor só teria o meia caso ficasse responsável, também, pelo pagamento do atacante Morata, emprestado ao Leão até o final do ano. Como o São Paulo aceitou esta condição. as tratativas caminharam para um final feliz.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- São Paulo faz treino com 'cuidado especial' antes de enfrentar a Chapecoense
- Liziero tranquiliza após abandonar jogo sentindo dores: "Não foi lesão"
- São Paulo ganha reforço de Rodrigo Caio para a sequência no Brasileirão
- São Paulo desafia tabu contra a Chape: nunca venceu em casa


Do atual elenco do Sport, Everton Felipe era um dos jogadores com mais identificação junto à torcida. Por isso, a sua situação chamou bastante atenção. “Eu sou um atleta de futebol e dependo disso para a minha vida. Se não estou jogando, quem administra o Sport falou que eu preciso respirar novos ares e por eles eu devo sair, não tenho o que fazer. É trabalhar em outro lugar. Como tem proposta, não posso ficar treinando para não me machucar. Só peço que resolvam logo”, disse. Ele também teve seu nome especulado junto a Flamengo, Vasco e Cruzeiro.

QUER SABER MAIS SOBRE O SÃO PAULO? CLIQUE AQUI.

O São Paulo informou que o contrato será de empréstimo até o fim de 2019 e, depois, o clube deverá exercer o direito de compra. Já o Sport divulgou de forma diferente, dando conta de que o rival pagaria R$ 3 milhões de imediato. Além disso, haveria uma cláusula de compra automática em janeiro, quando o Tricolor desembolsaria os outros R$ 3 milhões relativos a 40% dos direitos do jogador.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

RECEBA NOTÍCIAS DO SÃO PAULO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!