Muralha sonha em retorno ao Fla e lembra eliminação na Libertadores: "Faltava jogador"

(Foto: Reprodução da Internet)



Nesta quarta-feira (8 de agosto), o Flamengo disputa uma partida de oitavas de final da Conmebol Libertadores depois de oito anos. O Rubro-Negro foi eliminado na fase de grupos nas suas últimas três participações. Em uma delas, em 2014, um jovem talento da Gávea ficou bastante marcado pela torcida: o volante Muralha.

Recém-contratado pelo Al Hazem, da Arábia Saudita, o meio-campista conversou com o FOXSports.com.br e revelou estar com a cabeça mais madura e também com algumas mudanças no seu futebol depois de atuar fora do país. “Consegui mais intensidade, mais marcação. A qualidade eu já tinha”, disse.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Barbieri quebra cabeça no Flamengo para substituir Diego e Réver; veja as opções
- Pascoal critica atuações de Uribe pelo Flamengo: "Jogador que não acontece"
- Fla terá quatro baixas importantes para compromisso fora de casa contra o Atlético-PR
- O clima esquentou! Jornalista diz que recebeu ameças de morte da torcida do Fla


Muralha relembrou que apesar de ter sido eliminado em casa para o León, do México, o Flamengo não era um claro favorito na chave. “Faltava jogador para conseguir passar da fase de grupos. Pegamos dois bons times nessa época. É fase, o Flamengo estava mudando ainda. E acabei dando uma caída”, contou o volante, que seguiu:

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

“Fiquei marcado por meses por essa Libertadores. Realmente eu não estava bem, o time também não estava encaixado. Então é fogo. No Flamengo você tem que manter uma regularidade. Você não pode oscilar, ainda mais sendo da base, a cobrança é muito maior”, afirmou o jogador, que está atualmente com 25 anos.

Em seus dois primeiros anos como profissional, em 2011 e 2012, o meio-campista sofreu ainda com problemas da antiga gestão do clube. “Tinha muita reclamação de salário atrasado, jogadores de nome reclamavam. Isso fazia um pouco a diferença dentro de campo”, relatou Muralha. “O Flamengo está muito mais organizado hoje em dia. Está sabendo a hora de botar os atletas da base, e a torcida tem tido um pouco mais de paciência”, completou.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Por fim, o volante ainda revelou que no futuro sonha ainda em atuar no futebol europeu ou em uma grande equipe do Brasil. Um retorno para o Flamengo ainda também é um desejo. “Lógico (que sonho em voltar). Todo mundo sabe que eu sou um bom jogador, foi uma fase, todo mundo passa. Jogadores de nome no Flamengo tiveram fases piores que a minha. Se eu tiver a oportunidade, vou voltar com outra cabeça, bem mais maduro, outro estilo de jogo. Vai ser outra experiência”.

Novo clube

Depois de se destacar no futebol da Coreia do Sul, onde atuou por duas temporadas no Pohang Steelers e uma no Seongnam IC, o meio-campista resolveu aceitar um novo desafio. Após receber algumas ofertas, Muralha foi mais um dos brasileiros que se transferiu nos últimos meses para o futebol da Arábia Saudita.

“É um novo mercado que está se abrindo, na verdade sempre foi um mercado bom e está voltando com força total”, disse o novo jogador do Al Hazem, que seguiu: “A parte financeira ajudou um pouco, tem a família, minha esposa está grávida”, concluiu.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!