Mês cheio e sequência fora: Cuca terá pouco tempo para trabalhar reação

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)



Sem vencer há quase dois meses, o Santos tem inúmeros problemas a resolver no mês de agosto e uma sequência dura de jogos e viagens pela frente. Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, em desvantagem no mata-mata da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, e com um técnico recém-chegado, o Peixe precisará de fôlego para suportar a pressão dos próximos duelos. Cuca, por sua vez, não terá nenhuma semana livre para trabalhar no CT Rei Pelé até setembro, algo que pode prejudicar o desempenho do time.

A sequência de jogos fora de casa começou para o Santos no último sábado, com empate sem gols com o Botafogo, no Rio de Janeiro. Agora, se estenderá ao Nordeste, já que, nesta quarta-feira, o rival é o Ceará, no Castelão, em Fortaleza - em jogo antecipado da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro - a primeira do returno.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- "Vamos trazer Cavani e Suárez"; brinca Cuca sobre declaração de Carlos Sánchez
- Brasileirão 2018 - Santos x Sport: prováveis times, onde assistir, desfalques e palpites
- Com Sasha e gringos, Cuca relaciona 23 atletas; Copete é cortado da lista
- Cuca revela clima no vestiário após eliminação para o Cruzeiro: 'Muito abatidos'


Depois, a missão será contra o Atlético-MG, no Independência, em Belo Horizonte, pela 18ª rodada do torneio por pontos corridos. Por fim, ainda em Minas Gerais, o rival será o Cruzeiro, em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, o Peixe perdeu por 1 a 0 e precisará marcar ao menos um gol e não sofrer nenhum para levar a decisão da vaga aos pênaltis.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

--> 08/8 - Ceará x Santos (20ª rodada do Brasileirão, jogo antecipado)
--> 12/8 - Atlético-MG x Santos (18ª rodada do Brasileirão)
--> 15/8 - Cruzeiro x Santos (quartas de final da Copa do Brasil)

- Não sei dizer se uma sequência fora é mais difícil ou não. Quando jogamos fora de casa, tem a torcida rival que apoia o outro time, mas também cobra. Contra o Botafogo, a torcida deles estava impaciente. Contra o Ceará, também vão apoiar, mas vão cobrar. Isso pode nos ajudar - ponderou o zagueiro Luiz Felipe, que será titular contra o Ceará.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Sem tempo para desperdiçar desde que assumiu o comando do Santos, Cuca tem priorizado os trabalhos no campo. Nesta segunda-feira, aproveitou para comandar um treino de finalizações e mandou todos os seus titulares a campo, mesmo sendo uma atividade de pós-jogo. Só assim o técnico conseguirá trabalhar o time no gramado. Afinal, a sequência dura do mês não para por aí...

Passados os jogos fora de casa, o Peixe recebe o Sport, na Vila Belmiro, no dia 18 de agosto, ainda pelo Brasileirão. Só então, depois, viaja para a Argentina, onde enfrenta o Independiente, em Avellaneda, no dia 21, pelas oitavas de final da Libertadores. Já no dia 25, será a vez de receber o Bahia, também na Vila.

Para fechar o mês, o jogo será novamente contra o clube argentino, no Pacaembu, pelo duelo de volta, decidindo a vaga à próxima fase.

--> 18/8 - Santos x Sport (19ª rodada do Campeonato Brasileiro)
--> 21/8 - Independiente x Santos (oitavas de final da Libertadores)
​--> 25/8 - Santos x Bahia (21ª rodada do Campeonato Brasileiro)
--> 28/8 Santos x Independiente (oitavas de final da Libertadores)

Mesmo quando setembro começar, Cuca ainda não terá tempo razoável para trabalhar com o grupo. Logo no dia 1º do próximo mês, o rival será o Vasco, em São Januário. Depois, em rodada ainda não desmembrada pela CBF, será a vez de receber o Grêmio. Para finalizar a maratona, o rival será o Paraná, no Sul, pela 24ª rodada do Brasileirão.

--> 01/9 - Vasco x Santos (22ª rodada do Campeonato Brasileiro)
--> 05/9 - Santos x Grêmio (23ª rodada do Campeonato Brasileiro)
--> 09/9 - Paraná x Santos (24ª rodada do Campeonato Brasileiro)

Tantos jogos e tão pouco tempo de preparação tornam o mês de agosto extremamente importante e delicado para o Santos. Triunfos significarão um respiro após um período considerado ruim. Derrotas, porém, tendem a transformar a deixar o restante da temporada em xeque.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!