Novo titular! Pedrinho quer receber assistência de Romero

(Foto: Reprodução da Internet)



O atacante Pedrinho acredita ter conquistado o seu espaço na equipe titular do Corinthians. Promovido após o centroavante Jonathas lesionar a coxa direita no primeiro tempo da vitória sobre o Cruzeiro, o prata da casa se destacou nos últimos jogos – na quarta-feira, por exemplo, foi dele a assistência para o paraguaio Romero anotar o gol da vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense.

“Eu me sinto titular, privilegiado, tentando fazer o melhor papel para ajudar. É claro que estou trabalhando para isso. Independentemente de ser titular ou não, quero ajudar o Corinthians”, comentou Pedrinho, que sempre diz respeitar as decisões do técnico Osmar Loss, com quem havia trabalhado nas categorias de base do Corinthians.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- PVC chama atenção para números que desanimam a torcida do Corinthians
- Haja coração! Palmeiras e Corinthians podem fazer final nacional e terem cinco duelos em um mês
- Timão dificilmente repetirá "operação de guerra" para ter Fagner contra o Flamengo
- Saída de meia põe fim a quinteto milionário que jamais convenceu


Recentemente, Loss declarou que o fato de atuar na ponta direita, como fazia Romero, prejudicava Pedrinho na busca pela titularidade. Sem os contundidos Jonathas e Roger, contudo, o treinador deslocou o atacante paraguaio para o meio e passou a contar com o atleta de 20 anos no lado do campo.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

Romero gostou da sua nova função no Corinthians, já tendo acumulado seis gols desde a mudança. “Na resenha, brincando, ele tinha me falado que queria um passe para gol. Respondi que já tinha dado no outro jogo (contra o Vasco), e ele me pediu mais um”, sorriu Pedrinho. “É um cara que admiramos dentro e fora de campo. Fico feliz por ter contribuído”, acrescentou, mais sério.

Pedrinho também quer marcar gols. Ele tem três em 50 partidas como profissional. “Agora, preciso cobrar uma assistência do Romero”, disse, brincando novamente. “Mas o mais importante é o Corinthians vencer”, voltou a ponderar.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Recebendo ou dando assistências, o fato é que Pedrinho acredita ter deixado no passado as contestações ao seu condicionamento físico. Com déficit nutricional, ele não suportava atuar durante toda uma partida, como dizia o técnico Fábio Carille.

“Dá para jogar. Esse negócio de não aguentar já passou. Venho aguentando firme e forte. Com certeza, posso jogar os 90 minutos”, avisou Pedrinho, substituído pelo veterano Emerson Sheik no segundo tempo do jogo contra a Chapecoense.

Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!