Adversários fazem fila pelo lado esquerdo e ligam alerta no Flamengo

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)



O empate por 1 a 1 com o Grêmio foi bastante comemorado pelos profissionais do Flamengo. O gol de Lincoln no último lance do jogo teve um gosto especial para os rubro-negros fora de casa. Mas, enquanto busca títulos nas competições de mata-mata e lidera o Campeonato Brasileiro, o clube carioca tem preocupações para os próximos confrontos decisivos. No momento, a principal delas está no lado esquerdo da defesa.

No espaço de uma semana, o time viu os adversários abusarem das jogadas por ali. O resultado: dois gols que dificultaram ainda mais a performance rubro-negra. Acabar com esse "caminho" é prioridade da comissão técnica em um mês com jogos que definirão o futuro na Copa do Brasil e na Libertadores, além do Brasileirão.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Barbieri quebra cabeça no Flamengo para substituir Diego e Réver; veja as opções
- Pascoal critica atuações de Uribe pelo Flamengo: "Jogador que não acontece"
- Fla terá quatro baixas importantes para compromisso fora de casa contra o Atlético-PR
- O clima esquentou! Jornalista diz que recebeu ameças de morte da torcida do Fla


Primeiro foi o santista Rodrygo. Em bela jogada individual, o garoto passou por Matheus Sávio, Diego e Renê. Depois, foi só rolar para Gabigol marcar em jogo pelo Brasileirão terminou 1 a 1. Já no empate diante do Grêmio, Leo Moura iniciou a jogada com um drible em Marlos Moreno e a tabela com Ramiro ainda tirou Renê do combate. Gol de Luan.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

O fato de o sistema defensivo ter sido envolvido de forma até parecida pelo mesmo lado acendeu o sinal na comissão técnica. Mesmo que pelas coincidências da bola, os erros ficaram flagrantes. Em partidas decisivas, tal falha pode ser o suficiente para eliminar qualquer time de uma competição.

"Do Rodrygo foi jogada individual, um talento de milhões de euros. Ainda bem que existem esses lampejos. O gol do Santos teve mais mérito dele. Analisaremos com calma o gol do Grêmio. O Leo Moura é um grande jogador. Poderíamos até ter nos comportado de outra maneira na tabela ou arrumado melhor na área. Acende um sinal, mas não me preocupa. Os detalhes serão corrigidos", afirmou o técnico Maurício Barbieri.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Ainda que o alerta esteja ligado, o Flamengo tem na defesa um dos pontos fortes sob o comando de Barbieri. Em 23 jogos, o Rubro-negro sofreu apenas 12 gols. Já o ataque balançou as redes adversárias em 33 oportunidades. Foram 12 vitórias, nove empates e duas derrotas.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte

RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!