Reserva de Dourado tem lesão muscular e para por até um mês no Inter

(Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)



Charles levou a pior nos instantes finais do jogo-treino dos reservas do Inter contra o Avenida na terça-feira. Sentiu dores na coxa esquerda e deixou o campo relatando que o músculo 'tinha puxado'. A gíria do futebol relatava algo que os exames confirmaram: uma lesão.

O quadro de lesão muscular fará o marcador ficar de fora dos jogos e treinos pelo período de três a quatro semanas. A ausência não afeta o time titular, mas a condição de primeiro reserva de Rodrigo Dourado.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Guerrero não é chamado pela seleção do Peru e poderá encarar o Flamengo pelo Brasileirão
- Inter faz treino fechado e Guerrero fica no vestiário
- Efeito Guerrero gera lucros imediatos e contribui para provável público recorde no Beira-Rio
- Chegada de Guerrero cria alerta entre atacantes em fim de contrato no Inter


Charles foi opção inicial de Odair Hellmann no jogo contra o São Paulo, por exemplo. No entanto, na partida contra o América-MG o treinador optou por colocar uma equipe mais ofensiva em campo e, não tendo Dourado, usou Nico López, Lucca, Pottker e Damião juntos.

QUER SABER MAIS SOBRE O INTERNACIONAL? CLIQUE AQUI.

Ao todo, Charles tem seis partidas na temporada. Com 22 anos, o jovem subiu para o principal apenas no ano passado e mantém vínculo com o clube até 2020.

Sem ele, Gabriel Dias passa a ser a única opção defensiva do meio-campo do Inter na reserva. Patrick e Edenílson são titulares mais à frente e também podem atuar na função de Dourado.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte

RECEBA NOTÍCIAS DO INTERNACIONAL DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!