Botafogo tem quatro nomes no radar para vaga de Paquetá

(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)



Após a demissão do técnico Marcos Paquetá, o Botafogo decidiu que o auxiliar Bruno Lazaroni ficará na função até que um novo nome seja anunciado e não há pressa para que isso aconteça. A diretoria não quer cometer erros e trabalha com quatro nomes: Jair Ventura, Zé Ricardo, Fabiano Soares e Fernando Diniz.

A primeira opção é Jair Ventura, demitido recentemente do Santos. Em uma primeira sondagem, o treinador declinou, pois teme ficar com a imagem ligada somente ao clube, porém, ele é visto como solução por conhecer bem parte do elenco e ter o respeito dos jogadores, além de saber todos os problemas e dificuldades do clube. O próprio presidente Nelson Mufarrej trata de conversar com ele, contando ainda com a ajuda do pai do treinador, Jairzinho, o Furacão da Copa do Mundo de 1970.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Sentimentos extremos! Pimpão manda recado à torcida: 'Gratidão'
- Lindoso crê em aumento de confiança após gols dele e de Valencia
- Igor Rabello fala em 'sensação maravilhosa' com torcida do Botafogo na Sul-Americana
- Botafogo confirma acordo por contratação de Erik


O segundo na lista é Zé Ricardo, que foi procurado logo depois da saída de Alberto Valentim. Na época, o ex-treinador de Flamengo e Vasco não aceitou pois esperava um convite do futebol árabe e não queria ficar ligado ao futebol carioca.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

Outros dois nomes estão em compasso de espera. Um deles é Fabiano Soares, que dirigiu o Atlético-PR no ano passado e que já jogou no Botafogo na década passada. Por fim, o alvinegro ainda trabalha com a possibilidade de apresentar uma proposta para Fernando Diniz, outro que deixou o clube paranaense. O estilo de jogo do treinador, muito técnico, porém, desagrada a alguns dirigentes.

O elenco do Botafogo participou de um treino regenerativo nesta manhã de quinta-feira, ainda no Paraguai, onde o time foi derrotado pelo Nacional por 2 a 1, pela rodada de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O próximo compromisso é contra o Santos, no domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Paquetá

Após ser demitido pela diretoria, Marcos Paquetá não concedeu entrevista aos jornalistas. Antes mesmo do anúncio de sua saída tinha pedido para não falar na coletiva após a derrota para o Nacional.

Por meio de nota oficial, o treinador se desculpou com o torcedor e citou problemas financeiros para explicar o mau desempenho. Veja a nota oficial:

“Em primeiro lugar, quero pedir desculpas ao torcedor botafoguense, pelo planejamento não ter acontecido como gostaríamos. Os resultados positivos acabaram não acontecendo e, infelizmente, alguns fatores, como perda de jogadores importantes, sequência de jogos com pouco tempo para adequar a equipe à minha filosofia de trabalho e até mesmo o momento financeiro do clube contribuíram para os resultados ruins. Mas agradeço a confiança da diretoria, dos funcionários e do elenco e por terem me acolhido neste retorno ao Brasil. Triste por sair sem as metas alcançadas, mas com a certeza de que, mesmo com as limitações momentâneas do clube, tentei contribuir da melhor forma”.

Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva

RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!