'Fake News': antes de duelo, treinadores tiveram frases distorcidas em busca de polêmica

(Foto: Reprodução da Internet)



Grêmio e ​Flamengo estão a dois dias de iniciar o duelo buscando uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (1°), gaúchos e cariocas vão começar a medir forças em Porto Alegre. O encontro da volta está marcado para o dia 15. E, antes mesmo que ele aconteça, as duas equipes se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro, no sábado (04), também no Sul do país.

Diante de três batalhas tão próximas, é natural que gremistas e flamenguistas tomem conta dos noticiários espalhados pelo Brasil de forma maciça. E, frente a estes fatores, infelizmente as chamadas 'fake news' também acabam ganhando espaço e reproduzindo - distorcendo - palavras ditas pelos envolvidos neste grande clássico do futebol brasileiro.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS

- PVC chama atenção para números que desanimam a torcida do Corinthians

- Brasileirão 2018 - Vitória x Palmeiras: prováveis times, desfalques, onde ver e palpites

- Barbieri quebra cabeça no Flamengo para substituir Diego e Réver; veja as opções

- São Paulo faz treino com 'cuidado especial' antes de enfrentar a Chapecoense



Em tempos que tais notícias falsas estão sendo combatidas de forma veemente, cabe ao Esporte Interativo trazer a verdade em cima de entrevistas que foram vendidas de formas mentirosas após a rodada do final de semana do Brasileirão. As vítimas da vez foram justamente os treinadores de Grêmio e Flamengo, Renato Portaluppi e Mauricio Barbieri, respectivamente.

Mauricio Barbieri e o 'Grêmio vai ter que segurar o Flamengo'

Logo após a goleada sobre o Sport, por 4 a 1, Barbieri foi perguntado em entrevista coletiva qual seria a estratégia do Flamengo para segurar o Grêmio na Copa do Brasil. O profissional rubro-negro emendou dizendo que sim, sua equipe teria que segurar o rival, mas que os gremistas também deveriam se preocupar em fazer isso com seu time, já que era um duelo de clubes grandes e com elencos qualificados. A aspa foi vendida apenas com o recorte 'O Grêmio vai ter segurar o Flamengo', afirma técnico flamenguista. O fato causou grande repercussão entre tricolores, que julgaram a declaração - mentirosa - como arrogante e desrespeitosa.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO




Renato e o 'jogar contra o Sport é mole'

Depois, no empate do Grêmio com a Chapecoense, em 1 a 1, a coletiva de Renato Portaluppi foi a que sofreu distorção por parte do grande público. Nas redes sociais, flamenguistas recortaram um trecho em que o profissional afirmava que 'jogar no Maracanã, contra o Sport, era fácil', dando a ideia de desdém e provocação antes do confronto de quarta (1°). Sendo que a frase era apenas um pedaço de algo que tinha um contexto totalmente diferente. A declaração completa de Renato é a seguinte: 'Imagina se colocamos a equipe principal e perdemos dois ou três jogadores para quarta-feira. Não tem milagre. Vai seguir assim o revezamento. Jogar no Maracanã, contra o Sport, é mole. Sem deslocamento. Queria ver se o jogo fosse em Recife. Mas não tenho nada a ver com o Flamengo, eles fazem o que quiser', fazendo referência ao fato da decisão do clube da Gávea em não poupar titulares ser mais fácil de ser tomada nesta rodada, como pode ser visto ​clicando nesta matéria. Vale lembrar que a viagem a Chapecó é uma das mais complicadas em logística no Brasil.




Portanto, cuidado. Antes de espalhar notícias, verifique se ela é verdadeira e se possui o contexto que respeita a forma como foi vendida. Por trás do esporte e da paixão, há profissionais sérios e seres humanos que não podem ser julgados de forma caluniosa e mentirosa, e que também precisam responder por aquilo que REALMENTE dizem.

Conteúdo publicado originalmente no site Esporte Interativo