Vagas abertas, mas são poucas: Paquetá monta o novo Botafogo

(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

A julgar pelas escalações do Botafogo nos dois primeiros jogos-treinos com Marcos Paquetá, a equipe parece já ter uma cara. As atividades foram fechadas à imprensa, mas as escalações variaram pouco. O treinador vai moldando o que restar de dúvidas nos duelos contra América e Nova Iguaçu, nestas quarta e quinta-feira.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Contra Audax e Bangu, nas últimas quarta e sábado, Jefferson atuou, até porque Gatito Fernández ainda não treina com bola. Nas laterais, Luis Ricardo vem atuando na direita - mantendo a última opção feita por Alberto Valentim - e Gilson na esquerda. Moisés pertence ao Corinthians e não estará no duelo contra o Timão.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

Na zaga, Marcelo Benevenuto foi o titular ao lado de Igor Rabello nos dois jogos. Resta conferir se, após as ausências de Carli por questões particulares, o argentino vai retomar a vaga.



Parece haver uma dúvida entre o meio-campo e o ataque. Com Matheus Fernandes e Rodrigo Lindoso consolidados nesta "intertemporada", João Pedro foi o armador no primeiro jogo, conforme apuração do LANCE!, com Rodrigo Pimpão e Valencia nas pontas.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

No segundo jogo, Pimpão já estava com o tornozelo direito torcido. João Pedro também não começou o duelo. Luiz Fernando e Aguirre atuaram. O centroavante, nas duas ocasiões, foi Kieza.



Deste modo, o setor de maior instabilidade no primeiro semestre se apresenta como uma dúvida de duas posições no início de trabalho de Paquetá. Os treinos fechados, incluindo a atividade desta quarta-feira, também com portões fechados.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!



RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!