Goleiros em ação! Preparador explica trabalho do Vasco durante a pausa

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

A paralisação dos jogos por conta da Copa do Mundo da Rússia também vem servindo para que os goleiros do Vasco entrem em ação e se aprimorem ao longo dos treinamentos. Novo preparador de goleiros da equipe profissional cruz-maltina, Thiago Mehl explicou o trabalho que vem sendo realizado em Pinheiral, cidade do sul do Rio de Janeiro escolhida pelo clube para concentração 24 horas visando maior entrosamento quando as disputas retornarem.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Thiago Mehl apenas não tem o goleiro Martin Silva à disposição - o arqueiro está com o Uruguai no Mundial. Os demais - Fernando Miguel, Gabriel Félix, Jordi e Hedhe Halls - estão realizando trabalhos especiais ao lado da comissão técnica liderada por Jorginho. O objetivo inicial do preparador é colocar os goleiros na estratégia pensada pelo comandante para pensar em situações de jogo. O período em Pinheiral também serve para todos se conhecerem melhor.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

- Essa intertemporada tem três grandes objetivos agora, sendo que o primeiro e o principal deles é prepará-los fisicamente, tecnicamente e taticamente. Procuramos fazer trabalhos específicos voltados para situações de jogo. O segundo objetivo, por estarmos chegando agora, é conhecer mais a fundo os atletas. O terceiro é inseri-los no modelo tático do treinador. Cada comandante tem sua característica e o goleiro participa muito do jogo coletivo - declarou Mehl antes de completar:



- O goleiro com potência muscular boa e grande velocidade de reação vai conseguir resolver bem os problemas que aparecerão durante o jogo. Procuramos sempre, é claro, colocar situações imprevisíveis e que acontecem nas partidas. Não gosto muito de goleiro robotizado, que fica automatizado, ele tem que sempre estar preparado para uma surpresa, pois no jogo nunca se sabe o que vai acontecer. Em Pinheiral, até por estarmos próximos da primeira partida, trabalhamos simulando diversas situações.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Thiago Mehl é natural de Curitiba, no Paraná, e já passou por equipes como o próprio Paraná, Atlético-PR e Bahia. O profissional, inclusive, é integrante do corpo técnico da Seleção Brasileira nas categorias de base. A oportunidade no Vasco é vista pelo preparador como uma grande chance em uma equipe de maior expressão, o qual ele quer permanecer por um longo período, ajudando o clube na busca dos seus objetivos com a preparação dos goleiros. Ele falou sobre a carreira.



- Comecei a carreira no Atlético-PR. Fiquei lá por oito anos, trabalhando do sub-15 ao sub-23 e auxiliando no profissional. Tive a oportunidade de ir para o Bahia em 2015 e lá fizemos boas temporadas, conquistando o acesso em 2016 e o título da Copa do Nordeste de 2017. Precisei voltar para minha cidade no início do ano por motivos pessoais e acabei acertando com o Paraná. Foi quando apareceu algo que todo mundo almeja, que é trabalhar em um time do tamanho do Vasco. Estou muito feliz aqui e espero permanecer por um bom tempo - festejou ao finalizar.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!



RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!