Sem acerto com Sánchez, Santos já olha mercado; argentino seria opção

(Foto: Reprodução)

Com o Monterrey o ​Santos chegou a um acordo. Só que o que está complicando o anúncio da contratação de Carlos Sánchez é o acerto com o próprio jogador. Por isso, embora ele ainda seja prioridade na Vila Belmiro, a direção começa a olhar para outras opções no mercado.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





A posição de volante é a considerada mais carente do grupo, e o uruguaio é visto como uma boa opção. Além de sua experiência comprovada - está disputando a Copa do Mundo com a Celeste Olímpica e já foi campeão da Libertadores da América pelo River Plate-ARG, em 2015 -, também é polivalente, podendo atuar um pouco mais avançando, se aproximando do atacante. O Peixe, a princípio, ofereceu um contrato de dois anos, mas o jogador que assinar por três temporadas. Além disso, a pedida salarial assustou: cerca de R$ 6 milhões por ano (fora o 13º), o que daria quase R$ 500 mil por mês. Fora, claro, o pagamento de R$ 3,7 milhões aos mexicanos pela compra dos direitos econômicos.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Internamente, o Santos elegeu Sánchez como prioridade, mas a demora em se chegar a um denominador comum pode complicar a negociação. O argentino Claudio Yacob, que ficou livre no mercado depois de ver seu compromisso com o West Bromwich, da Inglaterra, chegar ao fim, surgiu como alternativa. No entanto, não teria o mesmo peso do principal objeto de desejo dos paulistas. Recentemente, seu time terminou a Premier League na última colocação e foi rebaixado. Sem contar o fato de que, a princípio, não é visto como um líder dentro das quatro linhas, capaz de cobrar os companheiros e se impor diante do grupo. Algo, claro, que Sánchez tem. E muito.



Conteúdo publicado originalmente no site 90min

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!