Vasco chega ao quinto dia de treinos e mira em elenco completo em julho

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

O Vasco chega nesta sexta-feira ao quinto dia de treinamentos durante esta paralisação do Campeonato Brasileiro por conta da Copa do Mundo da Rússia. Um dos maiores desafios até o dia 16 de julho, quando retornam os jogos com a volta das oitavas de final da Copa do Brasil diante do Bahia, é a de o técnico Jorginho ter todo o elenco à disposição. E é neste caminho que a comissão técnica e o departamento médico vem trabalhando no planejamento do trabalho implantado nesta semana no CT das Vargens, em Vargem Pequena, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Somente três jogadores estão ausentes no momento, e sem prazo definido para voltar: o goleiro Martin Silva, que está servindo o Uruguai no Mundial, o atacante Rildo, que passou em maio por cirurgia no ombro esquerdo e não deve mais jogar em 2018, além do volante Marcelo Mattos, que desde 2016 se recupera de lesões e ainda não conseguiu voltar a campo. Os demais jogadores que estavam em recuperação antes da parada da Copa do Mundo - como Rafael Galhardo, Breno, Bruno Silva, Thiago Galhardo, Wagner e Kelvin - são os quem a comissão mira para o retorno durante este período sem jogos.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

- Nossa ideia é que esses atletas que estavam fora estejam aptos para o primeiro jogo após o retorno do recesso, pois entraremos em campo precisando vencer por uma diferença de três gols. São jogadores de suma importância, o Jorginho conta com eles para essa partida. Já foram liberados pelo departamento médico, mas estão sendo monitorados nos treinamentos em virtude do tempo inativo. Dando tudo certo, fazendo um trabalho de qualidade, acredito que estarão em plenas condições de serem inseridos no contexto do jogo - afirmou Joelton Urtiga, preparador físico do Vasco antes de completar:



- Esse período é fundamental para nós, principalmente por termos tempo de realizar as avaliações e preparar o time da melhor maneira para a sequência da temporada. Até o momento, além da parte neuromuscular, fizemos avaliações de potência e força. Identificamos se os atletas possuem algum tipo de problema com a mobilidade muscular. Os resultados estão sendo satisfatórios e nos deram parâmetros para monitorar a carga de trabalho e organizar a sessão de treinamentos com o Jorginho, de uma forma que minimize o número de lesões e contribua para o crescimento físico de todo o grupo.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Todo este trabalho neste período sem jogos está sendo valorizado também pelo elenco do Vasco. O meia Wagner, de 33 anos, um dos jogadores mais experientes do grupo cruz-maltino, destacou que o ideal para os jogadores de futebol era o de todo mês de junho possuir uma parada de ao menos sete dias, visando a um maior descanso dos atletas diante de um calendário apertado no futebol brasileiro. Ele aproveitou ainda para citar a intensidade do trabalho que vem sendo promovido pelo técnico Jorginho junto aos jogadores chegando nesta sexta-feira ao quinto dia.



- Por mim, a parada poderia acontecer durante todos anos, pelo menos durante sete dias no mês de junho. O desgaste é muito grande, com jogos quarta e domingo. Em ano de Copa do Mundo, o calendário se torna ainda mais encurtado na questão de descanso e acabamos precisando jogar a cada dois ou três dias, sem contar nas viagens. Deu para dar uma zerada e tirar todo mundo do departamento médico. O Jorginho está tendo que dividir o grupo três por estar todo mundo à disposição. Isso vai causar uma dor de cabeça boa e que todo treinador quer para montar o time. Vamos retornar mais fortes - disse para completar:

- O Jorginho está fazendo um pouquinho de cada. Está pegando aquilo que a gente tinha de bom e ajustando uma ou outra coisinha que estávamos errando e ele acha que pode ser feita de forma difente. Ele tem ouvido e perguntando muito o que achamos antes de tomar qualquer atitude. Isso é muito bom, ainda mais vindo de um cara que foi campeão de mundo. Os treinos são focados mais na nossa pegada e e exigem nossa atenção. Precisamos ser mais agressivos, no bom sentido, e não deixarmos o adversário pensar tanto, encurtar os espaços o quanto antes.



Vale lembrar a programação do Vasco durante a paralisação do Campeonato Brasileiro por conta da Copa do Mundo da Rússia: os primeiros 11 dias foram de férias para os jogadores, que se reapresentaram na última segunda-feira no CT das Vargens. As atividades na capital fluminense seguem até domingo, quando a delegação viaja para Pinheiral, cidade no sul do Rio de Janeiro, onde ficará por uma semana em regime de concentração total no planejamento para o segundo semestre. A preparação após esta data voltará ao CT das Vargens. Em diversos dias treinos em período integral serão realizados - nesta semana, inclusive, já ocorreram em duas oportunidades.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!