Sonhando com Ganso, Santos confia em Ricardo Gomes e quer negociar até 6 atletas

(Foto: Reprodução)

O Santos continua sonhando com a contratação do meia Paulo Henrique Ganso. Para isso, o presidente José Carlos Peres e a diretoria apostam no novo diretor executivo de futebol do clube, Ricardo Gomes, além da venda de alguns jogadores do elenco.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Segundo apurou o UOL Esporte, Ricardo Gomes disse aos dirigentes santistas que possui ótimo relacionamento com Ganso e prometeu conversar com o meia do Sevilla, da Espanha, nos próximos dias. O jogador está de férias em Santos, onde deve permanecer até segunda-feira (2).

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

A diretoria santista espera um retorno de seu executivo e já avisou que estaria disposta a negociar até seis atletas para enxugar a folha de pagamento, com a intenção de pagar um salário fora dos padrões do clube para Ganso.



Lucas Veríssimo, Léo Cittadini, Vitor Bueno, Jean Mota, Daniel Gudes e Jonathan Copete podem sair nessa janela internacional de transferências.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

A diretoria santista descobriu que Paulo Henrique Ganso não aceita ganhar menos de R$ 750 mil mensais para voltar a defender o alvinegro praiano.



Além do alto salário, Ganso ainda pediu um valor considerável de luvas para acertar o retorno. O clube paulista avisou que aceita pagar R$ 450 mil de ordenado mensal caso o atleta consiga a sua liberação na Espanha.

No entanto, a cúpula alvinegra não descarta utilizar parte do dinheiro da transação de Rodrygo para o Real Madrid, da Espanha, para tentar um empréstimo do meia junto ao Sevilla.



Ganso foi revelado pelo Santos em 2009 ao lado de Neymar. A dupla brilhou em 2010 e 2011, conquistando três títulos neste período: Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Copa Libertadores da América.

No entanto, Ganso entrou em rota de colisão com a diretoria do Santos, comandada por Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, na época. A novela entre as partes começou em 2010, quando o clube desistiu de apresentar ao jogador um plano de carreira semelhante ao oferecido a Neymar. A diretoria santista voltou atrás no "acordo" após o atleta sofrer uma grave lesão no joelho.

O jogador acredita que foi desvalorizado pelo clube, já que a diretoria santista não o procurou durante o processo de recuperação. Por conta disso, Ganso foi vendido ao São Paulo em 2012. Durante as negociações para se transferir para o clube do Morumbi e também em jogos que defendeu o tricolor na Vila Belmiro, o meia sempre foi chamado de mercenário pelos torcedores e recebeu até "chuva de moedas" em um dos jogos em que visitou o alvinegro praiano.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!