Santos pode perder dois volantes na janela, e situação preocupa técnico

(Foto: Reprodução)

Já se sabe, e não é de hoje, que o ​Santos deseja trazer no mínimo, três novos meio-campistas para a sequência da temporada. Até agora, no entanto, não houve acerto com nenhum deles, embora as negociações com Jailson, do Grêmio, e o uruguaio Carlos Sánchez, atualmente no Monterrey, do México. E a situação pode ficar pior com duas prováveis baixas no elenco.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Na próxima janela de transferências, o Peixe deve perder os volantes Léo Cittadini, titular do técnico Jair Ventura, e Fernando Medeiros, um dos destaques do time B e que veste a camisa 10. “Estamos conversando sobre a permanência dele (Cittadini). Espero que dê tudo certo e ele fique, porque só estão saindo jogadores. Até segunda ordem, ele segue com a gente”, destacou o treinador, visivelmente preocupado com esta situação. O jogador, que rejeitou uma proposta de aumento salarial e não chegou a um acordo para a renovação de seu vínculo, que vence em dezembro, estaria muito próximo de assinar um pré-contrato com um clube mexicano.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Quanto ao garoto, que é segundo volante de origem, ainda não houve conversas no intuito de encaminhar um novo compromisso. Em um jogo-treino contra o elenco principal, chamou a atenção, tanto é que alguns integrantes da diretoria tentaram convencer o presidente José Carlos Peres a apostar na cria do clube do que gastar mais de R$ 13 milhões na contratação de Jailson. Agora, resta convencer o técnico a dar mais espaço a Fernando Medeiros, que abriu negociações com outras equipes, já que também poderá firmar um pré-contrato a partir do mês que vem.



Conteúdo publicado originalmente no site 90min

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!