Santos busca adequar Sánchez ao Brasil para fechar contratação

(Foto: Reprodução)

Acertado verbalmente com o Monterrey, o Santos esbarra no salário de Carlos Sánchez para fechar a contratação. O Peixe negocia há vários dias para adequar os vencimentos à realidade do Brasil. A compensação financeira pelo fim do contrato, válido até o fim do ano, é de 1 milhão de dólares (R$ 3,7 mi). A proposta foi enviada no dia 14 de junho.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O poderio financeiro no México faz com que o meia de 33 anos peça quase R$ 500 mil por mês. O alvinegro quer pagar, no máximo, R$ 400 mil. Mesmo com o impasse, o presidente José Carlos Peres segue confiante. O novo executivo de futebol Ricardo Gomes aprovou a negociação.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Sánchez está disputando a Copa do Mundo da Rússia pelo Uruguai, mas já deu o aval para a ida ao Santos. Os representantes querem resolver o futuro do jogador antes do fim da competição. A Celeste enfrentará Portugal nas oitavas de final, sábado, às 15h (de Brasília).



Carlos Sánchez é polivalente. Segundo volante de origem, ele tem facilidade de atuar aberto pelo lado direito do ataque. Ele é destro, tem 1,70 m de altura e foi campeão da Libertadores pelo River Plate-ARG em 2015. O atleta ainda passou por Aragua-VEN, Godoy Cruz-ARG e Puebla-MEX.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

O Santos ainda quer ao menos um meia e um centroavante para o segundo semestre. A primeira de duas parcelas da venda de Rodrygo ao Real Madrid – de 20 milhões de euros (R$ 88 mi) será depositada no fim de julho. O restante entrará nos cofres alvinegros em julho de 2019, na apresentação como reforço do clube espanhol.



Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!