"Desde o começo vi que o Botafogo era minha casa", diz Carli

(Foto: Reprodução)

O Botafogo voltou nesta semana a treinar depois de um período de descanso. Nesta terça-feira (26), o zagueiro Joel Carli foi para a entrevista coletiva e falou sobre a extensão de seu vínculo com o clube, firmada nos últimos dias.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O zagueiro argentino seguirá no Fogão até o final de 2020. Ao comentar a decisão de permanecer no clube, o jogador ressaltou o fato de que está feliz por poder seguir no time que adotou como ‘casa’ no futebol brasileiro.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

“Desde o primeiro dia que cheguei ao Botafogo, vi que era a minha casa. E que eu tinha que trabalhar para poder permanecer. Foram passando os anos e me adaptei ao Rio de Janeiro e o clube. Sou feliz aqui, minha família gosta do Rio e do Botafogo. É continuar trabalhando. Estou num time grande e a concorrência vai ser forte, mas estou muito feliz”, comentou Carli.



Carli volta aos treinos com mudanças no comando técnico. Alberto Valentim deixou o Glorioso por uma proposta do futebol do Oriente Médio. Marcos Paquetá é o cotado para ser o comandante botafoguense na sequência da temporada. Uma mudança que pegou o zagueiro de surpresa, mas que é vista como ‘normal’ pelo defensor.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

“Foi uma surpresa sim (a saída de Valentim), mas acontece. Não sei se vai atrapalhar. Lógico que, se você respeita um projeto em que as coisas vão caminhando, sempre será melhor. Mas hoje no futebol as mudanças são normais e eu acho que o jogador tem que estar preparado”, declarou.



“Comecei a escutar que ele (Paquetá) está próximo. Alguns companheiros passaram que ele é gente boa e trabalha bem. Passaram informações muito boas sobre ele”, afirmou.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com



RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!