Há três meses no São Paulo, Diego Aguirre admite: "Parece muito mais tempo"



No dia dos namorados, o São Paulo deu um presente ao seu torcedor com o triunfo por 3 a 0 em cima do Vitória, no Morumbi. O clube, assim, se garante no G4 durante a pausa para a Copa do Mundo, podendo passar o período na vice-liderança, a três pontos do Flamengo, dependente dos resultados dos jogos de Atlético-MG e dos próprios cariocas.

O momento é inegavelmente favorável, são três partidas de invencibilidade e uma forma de jogar definida, já com a cara do técnico Diego Aguirre, que depois das eliminações no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil, ambas pouco após assumir o cargo, agora vai mostrando trabalho. Nessa terça, o treinador completou exatos três meses de sua apresentação, mas a sensação do uruguaio ultrapassa a marca.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Corpo mole? Jogador revela o que espera do São Paulo na Copa Sul-Americana
- "Vai ser uma guerra", diz Raí sobre duelo com o Colón na Sul-Americana
- São Paulo venceu apenas dois de 30 jogos fora de casa contra argentinos
- Relembre as outras vezes que o São Paulo conciliou BR e Sul-Americana


“No momento difícil de jogo, onde nós não estávamos pegando muito na bola, apareceu o lance do Nenê e ficamos com um homem a mais. Ganhamos merecidamente. Depois do que aconteceu, tenho falado que parece muito mais tempo e faz somente três meses que eu assinei contrato com o São Paulo. As expectativas sempre foram altas. Em um time como o São Paulo você precisa pensar em coisas importantes”, comentou Aguirre, com ar de satisfação pessoal, mas sem cometer qualquer deselegância com seu antecessor, Dorival Júnior.

QUER SABER MAIS SOBRE O SÃO PAULO? CLIQUE AQUI.

“Eu não vou falar do São Paulo antes do que eu estive aqui. Não posso fazer análise só por ter visto só três ou quatro jogos, e não me importa o que aconteceu. E tudo isso é mérito deles (jogadores). Nós tentamos organizar, motivá-los, mas os méritos são deles. Mesmo assim, ainda temos muito para melhorar”.

À frente do São Paulo, Diego Aguirre soma 19 jogos. São oito vitórias, sete empates e quatro derrotas. No Morumbi, o técnico nunca perdeu. Foram sete vitórias e três empates na casa tricolor.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

“Quando começamos aqui já estávamos em mata-mata, decisões, não tivemos praticamente um momento para trabalhar com tranquilidade, e sempre com a pressão de jogar, ganhar, melhorar… Então, parece mais tempo (de convívio), porque são muitos jogos, parece que estou há mais tempo no clube”, explicou.

O comandante são-paulino também evitou ficar se lamentando por causa da parada de 34 dias em função da Copa do Mundo. Embalado, o Tricolor Paulista, assim como os demais clubes, entrará em um período de intertemporada antes do encontro com o Flamengo, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, só em 18 de julho.

“(A parada) é boa. É o que temos, então, tenho de pensar que é boa”, resumiu.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO SÃO PAULO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!