Presidente do Grêmio revela oferta do Santos pelo volante Jaílson

Após a vitória sobre o América-MG, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, confirmou que o Santos fez proposta para contratar o volante Jaílson. Com isso, o jogador foi retirado da concentração para a partida deste domingo. Segundo o mandatário gremista, o negócio está distante de ser sacramentado.

“O Santos demonstrou interesse e, por precaução, ele ficou fora do jogo. Entre isso e o que efetivamente acontecerá para concretizar o negócio corre um bom tempo. Temos que ajustar preço, garantias, situação do jogador como Santos. Tem outras questões menores que envolvem a negociação. Não é uma questão unilateral. Bom para o Grêmio e ruim para o jogador. Bom para o jogador e ruim para o clube. Tem que ser em consenso. Se tudo convergir, poderá acontecer, mas é um negócio longe de acontecer”, revelou o presidente.

Na negociação não haverá envolvimento de jogadores do clube paulista e apenas ressarcimento em dinheiro. Durante a coletiva o técnico Renato Portaluppi foi questionado sobre a possibilidade de perder o meio-campista para outro time do Brasil.

“Temos o Michel, o Kaio, o Michelzinho e o Thaciano. O Grêmio é grande e o grupo é forte. Eu fico feliz porque vários jogadores são sondados pelo que eles jogam e pelas conquistas do clube. Fico feliz com isso, mas entre eles (os clubes) quererem e eles (os jogadores) saírem é outra novela. Vamos esperar, não só pelo Jailson, para ver o que vai acontecer nessa janela. Vamos trocando ideias com a direção. Se alguém tiver que sair conversamos. De repente, até trazemos outros, mas para essa posição, nós temos jogadores. Não podemos esquecer que daqui um pouco o Michel está de volta”, finalizou o treinador.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports



Últimas