Presidente do Grêmio revela oferta do Santos pelo volante Jaílson

Após a vitória sobre o América-MG, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, confirmou que o Santos fez proposta para contratar o volante Jaílson. Com isso, o jogador foi retirado da concentração para a partida deste domingo. Segundo o mandatário gremista, o negócio está distante de ser sacramentado.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





“O Santos demonstrou interesse e, por precaução, ele ficou fora do jogo. Entre isso e o que efetivamente acontecerá para concretizar o negócio corre um bom tempo. Temos que ajustar preço, garantias, situação do jogador como Santos. Tem outras questões menores que envolvem a negociação. Não é uma questão unilateral. Bom para o Grêmio e ruim para o jogador. Bom para o jogador e ruim para o clube. Tem que ser em consenso. Se tudo convergir, poderá acontecer, mas é um negócio longe de acontecer”, revelou o presidente.

Na negociação não haverá envolvimento de jogadores do clube paulista e apenas ressarcimento em dinheiro. Durante a coletiva o técnico Renato Portaluppi foi questionado sobre a possibilidade de perder o meio-campista para outro time do Brasil.



“Temos o Michel, o Kaio, o Michelzinho e o Thaciano. O Grêmio é grande e o grupo é forte. Eu fico feliz porque vários jogadores são sondados pelo que eles jogam e pelas conquistas do clube. Fico feliz com isso, mas entre eles (os clubes) quererem e eles (os jogadores) saírem é outra novela. Vamos esperar, não só pelo Jailson, para ver o que vai acontecer nessa janela. Vamos trocando ideias com a direção. Se alguém tiver que sair conversamos. De repente, até trazemos outros, mas para essa posição, nós temos jogadores. Não podemos esquecer que daqui um pouco o Michel está de volta”, finalizou o treinador.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports