Grêmio trabalha lado psicológico do time B para Brasileiro sub-23

(Foto: Divulgação)

O Grêmio aposta bastante no Campeonato Brasileiro de Aspirantes e, para ir bem na competição tratada como estratégica, o Tricolor fez uma reforma no chamado time de transição. Em meio às mudanças, o grupo de jogadores passou por trabalho especial de olho no lado psicológico. A medida empregada por Thiago Gomes, novo treinador da equipe, pretende dar mais suporte para um grupo elogiado pela qualidade há tempos.

A estreia do Tricolor será em 14 de junho contra o Figueirense, em Florianópolis.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

"A gente começou um trabalho de reconstrução da moral dos atletas. Eles ficaram chateados pelo início do ano, resultados ruins. Tive trabalho para melhorar a autoestima, o lado psicológico. Colocamos no dia a dia conceitos para o time sub-23 já com projeção de time principal. Se aproximar dos conceitos do Renato. Sou treinador do sub-23, mas temos convívio com a comissão técnica principal", disse Thiago Gomes ao UOL Esporte.

O treinador assumiu o time de transição depois da demissão de César Bueno. O técnico caiu por conta das quatro partidas sem vitória no Gauchão. Assim que chegou, Gomes empregou um plano de treinos para reforçar a tomada de decisão dos jogadores.

"Tem duas formas de trabalhar o lado psicológico. A primeira é conversa individual já possuindo visão deles e do desempenho. E depois vendo os jogos e falando com o grupo sobre comportamentos emocionais em jogos. Exemplo na prática: o lado emocional era frágil após levar um gol. Toda vez que o sub-23 tomava gol, havia desconcentração grande. A oscilação ficava muito grande. Criamos estratégias, com treinamentos, para superar isso. Treino com maior número de gols. Ou seja, não há abalo. O gol passa a ser um evento que acontece mais e com isso o jogador passa mais pela situação e automaticamente havia melhora no nível mental. Além da conversa individual, criamos didáticas para atacar o lado mental do jogo. Era uma carência visível do time", comentou.

Ex-auxiliar de Paulo Roberto Falcão no Sport, Thiago Gomes estava no Pelotas e chega para ser um elo forte entre o grupo principal e o time de transição. Um canal de Renato Gaúcho com o grupo chamado de apoio.

"A nossa relação é com contato frequente. Tempo maior nos dias de coletivo. E acompanho os outros treinos também. A gente troca ideias, mas acima de tudo fica muito claro os conceitos que o Grêmio usa. Acompanhando treinos e jogos, fica muito nítido. Cabe a gente tentar aprender um pouco com o Renato. Hoje, ele é o melhor técnico do futebol brasileiro", contou Thiago Gomes ao falar sobre a relação com Renato. "Eu tenho liberdade para montar meu ciclo de trabalho. A gente trabalha e busca os conceitos. Mas temos liberdade para montar o microciclo em busca de objetivos que aparecem no time principal", completou.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!