Corinthians já trabalha com chance de perder Carille para a Arábia

A diretoria do Corinthians trabalha com a possibilidade de perder o técnico Fábio Carille nos próximos dias. A cúpula ainda não foi comunicada de uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, pelo treinador, mas sabe que isso deve acontecer. Mais: em tom pessimista, os dirigentes acreditam que nada poderão fazer caso a oferta seja com valores fora da realidade brasileira. Ficarão, então, nas mãos do treinador.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





A delegação do Corinthians está na Venezuela para a disputa da Libertadores contra o Deportivo Lara, nesta quinta-feira, inclusive o presidente Andrés Sanchez. Na última quarta-feira, Carille foi perguntado sobre o interesse dos árabes, disse que ainda não tinha sido informado sobre uma oferta do Al-Hilal, mas que recusou outras nos últimos dias.

Nesta quinta-feira, é possível que o treinador seja informado da situação pelo seus representantes. De acordo com o site "Meu Timão", a proposta do Al-Hilal seria para Carille ganhar três vezes mais do que no Corinthians. O português Jorge Jesus, técnico do Sporting (POR), é apontado pela mídia árabe como concorrente do técnico corintiano no caso.



Fábio Carille assumiu o Corinthians no início de 2017 e já conquistou três títulos: Paulista e Brasileiro ano passado, e o Paulista deste ano. Em setembro de 2017, na administração de Roberto de Andrade, ele estendeu seu contrato do fim de 2018 para dezembro de 2019. Este ano, foi procurado pelo Atlético-MG e o presidente Andrés disse que o Flamengo ofereceu R$ 1 milhão por mês ao técnico, informação negada pelo clube carioca e pelo próprio Carille.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!



Notícias pelo Messenger

Mais sobre - Corinthians