Corinthians negocia contratação de atacante Rony, que estava no Japão

(Foto: Divulgação)

Após acertar com o meia Thiaguinho e os atacantes Bruno Xavier e Roger, o Corinthians trabalha para acertar outra contratação para o setor ofensivo. Trata-se de Rony, jogador de 22 anos que estava no futebol japonês.

Rony estava em litígio com o Albirex Niigata, seu clube no Japão, e conseguiu liberação recentemente, ficando livre para acertar com o Corinthians. Ele entra naquele pacote de reforços que o presidente Andrés Sanchez já havia anunciado que traria. Ou seja, jovem, teoricamente barato e com capacidade de crescimento.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

Atacante de destaque no futebol japonês, Rony chegou a ser anunciado como reforço do Botafogo no começo do ano. No entanto, o imbróglio com seu clube japonês impediu o acerto. Os direitos econômicos do atleta pertenciam ao Cruzeiro.

Além dos reforços encaminhados e já citados, o Corinthians também negocia com o meia Fessin, destaque do ABC-RN, mesmo clube de onde surgiu Matheus Matias, já integrado ao profissional do Timão. No entanto, a aquisição do meia, já adiantada, seria para o segundo semestre. Ele tem 19 anos e se destacou na equipe potiguar.

Reforços conhecem o clube
Enquanto Rony ainda não tem previsão de acerto, as outras contratações do Corinthians já trabalham no dia a dia. Nesta segunda-feira, três jogadores passaram por exames no clube e conheceram as instalações do CT Joaquim Grava. Com modelo de contratação similar à de Rony, o meia Thiaguinho e o atacante Bruno Xavier chegaram do Nacional-SP e até já vestiram a camisa do clube. Eles registraram momentos descontraídos no CT em suas redes sociais.

Já Roger, esperança de solucionar a ausência de um camisa 9, esteve no CT, mas ainda não vestiu a camisa. Ele passa por exames antes de assinar contrato em definitivo, provavelmente por dois anos. Chega do Internacional.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!