Caetano revela nome que foi pedido por Rueda no Flamengo: "Fazia questão de ter"

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Demitido pelo Flamengo no fim do último mês, Rodrigo Caetano deu entrevista nesta segunda-feira (16 de abril) ao canal Bandeirantes. Nela, o antigo diretor de futebol do Rubro-Negro foi questionado sobre a saída de Reinaldo Rueda no começo de 2018. Ao responder, o dirigente explicou que o clube foi pego de surpresa e ainda revelou que a contratação de Henrique Dourado foi um pedido do colombiano.

“Quando tudo isso ocorreu, e não foi só seleção do Chile, foi Equador também, nós falávamos com ele, eu particularmente, quase que diariamente no mês. Antes dele sair, fizemos duas reuniões com planejamento para o ano seguinte, para as necessidades. Inclusive, o Henrique Dourado, que chegou, foi um dos nomes que ele fazia questão de ter por conta da suspensão do Paolo (Guerrero)”, disse Caetano, que seguiu:

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

“Conduzimos o planejamento com ele, vínhamos falando sempre e pressionávamos para que ele desse uma resposta. E ele sempre falava: ‘Não tenho nada oficial, vou me reapresentar’. É claro que isso vinha acontecendo em paralelo, mas o que ele dizia, até acredito, é que ele não tinha essa oferta oficial. Mas em momento nenhum nos disse que teria a chance de sair”, afirmou.

Rodrigo Caetano ainda explicou como foi a saída do treinador e a decisão de colocar Paulo César Carpegiani como o seu substituto.

“Então ele (Rueda) se apresentou no Rio de Janeiro no primeiro dia da nossa apresentação e disse: ‘Estou para receber essa proposta oficial’. E chegou ele ainda estava na Gávea. E a verdade é que o Paulo (César Carpegiani) já tinha sido convidado para trabalhar junto a ele, a essa comissão. Por ser uma pessoa que conhece um clube, por ser um treinador com grande currículo e experiência, todos entenderam que ele seria a solução”, completou.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!