Pinilla diz que 'não guarda nada de especial' da sua passagem pelo Vasco

(Foto: Divulgação)



Nesta terça-feira (13 de março), às 21h, com transmissão exclusiva do canal FOX Sports, o Vasco enfrentará a Universidad de Chile em partida que marca a estreia do time na fase de grupos da Conmebol Libertadores. Nela, o time reencontrará o atacante Maurício Pinilla, que não deixou uma boa impressão para o torcedor cruzmaltino.

Ao que parece, o jogador carrega a mesma impressão de sua passagem pelo clube carioca em 2008. Durante entrevista coletiva no Chile, o atleta de 34 anos analisou o período que atuou no futebol brasileiro.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





LEIA MAIS
- Vasco assina contrato com revelação da lateral
- Vasco vive dilema sobre efetivação de Valdir Bigode
- Outra chance de ouro para Valdir Bigode no Vasco
- Zagueiro do futebol europeu admite proposta do Vasco


“Não tenho uma motivação extra por se tratar de um ex-clube. Tenho alguns amigos lá, mas não guardo nada especial. Era o momento de dar um salto na minha carreira. A lesão que mais me marcou foi a que tive no Vasco. Deixei de jogar e perdi o foco. Fiquei três meses fora com um estiramento de 12 centímetros no músculo adutor. Só quando voltei para a Europa que tudo se acertou”, contou.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

Em setembro de 2008, o atacante chegou como uma das maiores esperanças de gols para livrar a equipe do rebaixamento. Entretanto, após sua terceira partida, sofreu um estiramento e ficou impedido de jogar pelo resto da temporada. Depois da queda do Cruzmaltino, Pinilla aceitou renovar seu contrato por mais três temporadas afirmando estar “em dívida” com o Cruzmaltino, mas a alta pedida salarial impediu que a negociação se concretizasse. Por fim transferiu-se para o Apollon Limassol, do Chipre.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!