Werley aprova esquema, mas deixa decisão para Zé: 'Treinador sofre'

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

A escalação do Vasco no clássico contra o Fluminense foi surpresa para maioria. E quem mais se beneficiou com esquema por três zagueiros foi Werley, que ganhou a vaga de Evander no novo formato. O camisa 4 aprova a nova formação e diz que o time fica mais protegido na defesa, e, mesmo não parecendo, torna a equipe mais ofensiva se estiver entrosada.

- Alguns pensam que três zagueiros é uma formação defensiva, mas vejo por outro lado. Temos mais jogadores no campo do adversário, fica protegido para o contra-ataque e com bola parada forte, tanto ofensiva quanto defensiva. Com trabalho no dia a dia, com jogos e entrosamento, acredito que pode ser uma equipe muito competitiva - afirma o zagueiro.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

Elogiar o esquema enquanto é titular, pode parecer um lobby para se manter entre os onze. Longe disso. Werley deixa a decisão para o treinador e garante estar preparado para qualquer esquema. Está nas mãos de Zé Ricardo.

- Treinador sofre bastante, dentro do clube é o que menos dorme. Ele pensa no time 24 horas. Ainda não falou nada, vai comunicar a gente nesta sexta. Importante é que estamos preparados fisicamente e tecnicamente - explica o camisa 4, que sabe da importância dos três zagueiros na bola parada.

- A bola parada, hoje, define jogos. Já definiu a favor e contra, também. Focam muito nos zagueiros, mas na bola parada você tem 8 jogadores marcando. Todos têm de estar ligados. O Zé tem cobrado isso.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!