Publicada em 09/02/2018, às 09:36

São Paulo não quer ceder Hudson em troca com Santos por Victor Ferraz

O lateral-direito do Peixe é um pedido de Dorival Júnior, mas o técnico não deseja abrir mão do volante, que poderia ser envolvido na negociação; diretorias seguem conversando

Hudson poderia ser envolvido na negociação, mas está nos planos de Dorival (Érico Leonan/saopaulofc.net)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

O São Paulo tem interesse em Victor Ferraz, e o presidente do Santos, José Carlos Peres, confirmou que há conversas a respeito da negociação do lateral-direito. Mas uma das possibilidades de troca entre os rivais está descartada por enquanto: a ida de Hudson para a Vila Belmiro.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Hudson estava emprestado ao Cruzeiro no ano passado, sendo um dos destaques na conquista da Copa do Brasil, e retornou ao Tricolor, com quem tem contrato até o fim de 2019. Atualmente, é reserva de Petros e Jucilei, mas está nos planos de Dorival Júnior. Ele estreou na temporada só na última quarta-feira, diante do Bragantino, mas não foi usado antes porque estava em reta final de recuperação de lesão muscular.

A troca não está descartada, mas, neste momento, é inviável diante da intenção de Dorival de usar Hudson. Raí, diretor executivo de futebol do São Paulo, também já enalteceu publicamente o volante, de 30 anos de idade, como um dos líderes do elenco, o que complicaria ainda mais sua saída.

Com futuro incerto, Victor Ferraz se recupera de luxação no ombro direito e desfalcará o Santos na sequência do Campeonato Paulista. Mas Dorival deseja contar com Ferraz, e já fez o pedido por sua contratação ao São Paulo ainda no fim do ano passado. Em sua visão, ele é o melhor lateral-direito do futebol brasileiro - atualmente, Militão tem sido o titular na posição, mas o técnico gostaria de usá-lo como volante ou zagueiro, suas funções originais.

Em evento na Federação Paulista de Futebol nessa quinta-feira, os presidentes Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, do São Paulo, e José Carlos Peres, do Santos, comentaram sobre a possibilidade de negócio. Por enquanto, seguem as conversas em busca de um acordo para Victor Ferraz mudar de clube.

Caso acerte com o São Paulo, Victor Ferraz não terá mais condições de atuar no Campeonato Paulista, pois já jogou na competição pelo Santos, mas fica à disposição para o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. Já Hudson só defenderia o Peixe na Libertadores e no Brasileiro, pois já ficou no banco pelo Tricolor na Copa do Brasil e entrou em campo pelo Paulista.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 09/02/2018, às 11:11

Dorival pode atingir marca que foi batida pela última vez por Muricy Ramalho no São Paulo

Caso vença o duelo da próxima quarta-feira, contra o CSA, pela Copa do brasil, técnico alcançará uma marca inatingível desde março de 2015

(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

Pela segunda vez, Dorival Jr está próximo de quebrar um longo jejum no comando do São Paulo desde que chegou ao Morumbi. Vindo de três vitórias consecutivas, o treinador, caso vença o duelo da próxima quarta-feira, contra o CSA, pela Copa do brasil, alcançará uma marca inatingível desde março de 2015, quando Muricy Ramalho ainda estava à frente do Tricolor.



Na época, o São Paulo acabou superando o São Bento, Ponte Preta, San Lorenzo, este pela Libertadores, e Marília, somando quatro vitórias consecutivas. Ainda assim, não conseguiu alçar voos altos na temporada e teve de se contentar com mais um ano sem qualquer título conquistado.

Em 2017, já sob o comando de Dorival Jr, o São Paulo esteve muito próximo de vencer quatro jogos de maneira consecutiva. Foi na reta final do Campeonato Brasileiro. Depois de superar Flamengo, Santos e Atlético-GO, bastava ao Tricolor levar a melhor sobre a Chapecoense, no Pacaembu, para acabar com o jejum, no entanto, o time catarinense conseguiu sair de campo com um empate em 2 a 2.

Vindo de triunfos sobre Madureira, Botafogo-SP e Bragantino, Dorival Jr, ainda assim, tenta se livrar de uma vez por todas da grande pressão que se instalou no clube neste início de temporada. Para isso, o comandante são-paulino trabalhará duro neste Carnaval para que sua equipe, enfim, chegue à quarta vitória consecutiva. Mais do que o jejum, o resultado é de extrema importância pelo fato de o próximo jogo da equipe ser válido pela segunda fase da Copa do Brasil, contra o CSA, de Alagoas.



Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports