Publicada em 09/02/2018, às 11:11

Dorival pode atingir marca que foi batida pela última vez por Muricy Ramalho no São Paulo

Caso vença o duelo da próxima quarta-feira, contra o CSA, pela Copa do brasil, técnico alcançará uma marca inatingível desde março de 2015

(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

Pela segunda vez, Dorival Jr está próximo de quebrar um longo jejum no comando do São Paulo desde que chegou ao Morumbi. Vindo de três vitórias consecutivas, o treinador, caso vença o duelo da próxima quarta-feira, contra o CSA, pela Copa do brasil, alcançará uma marca inatingível desde março de 2015, quando Muricy Ramalho ainda estava à frente do Tricolor.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Na época, o São Paulo acabou superando o São Bento, Ponte Preta, San Lorenzo, este pela Libertadores, e Marília, somando quatro vitórias consecutivas. Ainda assim, não conseguiu alçar voos altos na temporada e teve de se contentar com mais um ano sem qualquer título conquistado.

Em 2017, já sob o comando de Dorival Jr, o São Paulo esteve muito próximo de vencer quatro jogos de maneira consecutiva. Foi na reta final do Campeonato Brasileiro. Depois de superar Flamengo, Santos e Atlético-GO, bastava ao Tricolor levar a melhor sobre a Chapecoense, no Pacaembu, para acabar com o jejum, no entanto, o time catarinense conseguiu sair de campo com um empate em 2 a 2.

Vindo de triunfos sobre Madureira, Botafogo-SP e Bragantino, Dorival Jr, ainda assim, tenta se livrar de uma vez por todas da grande pressão que se instalou no clube neste início de temporada. Para isso, o comandante são-paulino trabalhará duro neste Carnaval para que sua equipe, enfim, chegue à quarta vitória consecutiva. Mais do que o jejum, o resultado é de extrema importância pelo fato de o próximo jogo da equipe ser válido pela segunda fase da Copa do Brasil, contra o CSA, de Alagoas.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

Publicada em 22/02/2018, às 19:24

Reunião 'de praxe' nesta quinta pode definir futuro de Dorival no São Paulo

Pressionado e com a cabeça pedida por torcedores, o técnico falará com dirigentes no CT, como é costume nos dias seguintes a jogos; tendência é de que a conversa seja por ajustes

Dorival Júnior terá conversa com o diretor executivo Raí nesta quinta-feira (Foto: Divulgação/SPFC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

Cerca de 12 horas depois de a torcida receber o time com gritos pedindo, principalmente, a saída de Dorival Júnior, uma reunião que seria de praxe no CT da Barra Funda pode redefinir os rumos do São Paulo na temporada. O técnico conversará com a diretoria, como é rotina nos dias seguintes aos jogos, e o encontro deve ter tom mais duro do que costuma.



A derrota para o Ituano, nessa quarta-feira, foi a segunda seguida, e a quarta em oito rodadas do Campeonato Paulista. Ficou claro para a diretoria que a equipe, que chegou a vencer quatro seguidas recentemente, está longe de agradar e até de mostrar a evolução tão apontada pelo treinador. Esse ponto de vista deve ser reforçado por Raí, diretor executivo de futebol, e Ricardo Rocha, coordenador de futebol, nesta quinta.

Apesar da pressão vinda da torcida e também de conselheiros próximos ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, a tendência ainda não é de demissão de Dorival Júnior. Raí não pretende mostrar que cede aos protestos de torcedores e ainda acredita que uma mudança no comando neste momento pode não ser benéfica.

Dorival deve ser ouvido a respeito de seus planos para que a evolução que tanto enxerga seja vista dentro de campo. Ficou claro para os dirigentes que ele se sente em uma encruzilhada entre manter suas convicções táticas e usar os reforços trazidos pela diretoria. Por isso, é provável que ganhe uma espécie de último voto de confiança para colocar em campo os atletas que preferir, sem se sentir pressionado a escalar nomes que não pediu, como Nenê.



A reunião ocorrerá pouco antes da reapresentação do elenco, marcada para 15h30 desta quinta-feira. Já estava previsto e divulgado desde o começo da semana que a imprensa não terá acesso a esta atividade. Na programação divulgada pelo clube, os jornalistas poderão estar no CT só no treinamento da manhã desta sexta-feira.

Grande com pior campanha no Campeonato Paulista, sendo o terceiro clube que mais perdeu jogos no torneio, o São Paulo vem de derrotas para Santos e Ituano e enfrenta a Ferroviária, às 17h de domingo, no Morumbi. Na próxima semana, o clube ainda deve iniciar os duelos pela terceira fase da Copa do Brasil, jogando em casa contra o CRB, de Alagoas.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!