Publicada em 09/02/2018, às 09:06

Com Zelarayán longe, Santos busca nome para fechar lista do Paulistão

Dirigentes do Tigres dizem que não vão liberar o meia argentino ao Peixe por empréstimo. Lugar na relação, antes reservado, volta a ficar vago

Lucas Zelarayán não deve reforçar o Santos (Foto: Reprodução/twitter.com/tigresoficial)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

Antes confiante no acerto com Lucas Zelarayán, do Tigres, o Santos reservou uma vaga na lista de inscritos do Paulistão para o meia argentino. As negociações, porém, esfriaram, e tudo indica que o jogador não irá mais reforçar o time.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Na última quarta-feira, o presidente e o diretor esportivo do clube mexicano, Alejandro Rodríguez e Miguel Ángel Garza, descartaram a liberação de Zelarayán ao Santos por empréstimo, única maneira que o clube tem condições de trazer o atleta. Oficialmente, o Peixe diz não ter recebido qualquer resposta e que as negociações continuam.

Inclusive, o presidente José Carlos Peres, em evento da Federação Paulista na última quinta-feira, afirmou que ainda não desistiu de Zelarayán, apesar das declarações dos dirigentes do Tigres, além de condicionar a possível contratação de Marquinhos Gabriel, do Corinthians, ao aval do técnico Jair Ventura.

Em 2018, o Santos, por conta da situação financeira delicada, tem tido dificuldades em trazer reforços. Até o momento, Romário (acertado ainda na gestão do ex-presidente Modesto Roma), Eduardo Sasha e Gabigol foram contratados. Os dois primeiros chegaram à Vila Belmiro sem custos.

Com a inscrição de Vitor Bueno e Gustavo Henrique, além de Gabriel Calabres e Guilherme Nunes (na lista da base), no Paulistão, resta uma vaga para a lista ser completa. A ideia da diretoria ainda é que o espaço seja preenchido por um reforço.

Cada vez mais longe de Zelarayán, o Peixe estuda opções para fechar a relação dos atletas. Com as más atuações de Caju e Romário, um lateral-esquerdo não está descartado. Vale lembrar que jogadores nascidos até 1997 têm vaga ilimitada. É o caso de Diogo Vitor, promovido ao profissional nesta semana, que será inscrito.

Pode vir alguém do atual elenco?

A possibilidade é mínima, pois os dirigentes santistas garantem que seguem de olho em trazer novos jogadores.

Porém, um atleta não inscrito que tem se destacado nos treinamentos é Diego Pituca, que teve boas atuações pelo Santos B no ano passado. Ele passou na avaliação do técnico Jair Ventura e será mantido entre os profissionais.

– Continuamos trabalhando (para trazer reforços), mesmo com a força da base. A mescla é ideal. Estamos no mercado. Enquanto não conseguimos resolver, vamos usando os meninos e mostrando qualidade. Não adianta fechar uma equipe. Tenho que achar um time ideal e reforços ideais. Não posso pensar micro, mas macro. Isso está no planejamento – disse Jair Ventura.

– Não tem como fazer se não dermos rodagem e observamos todos os atletas. Temos número "X" e precisamos definir entre meninos e experientes. É hora de extrair e ver o que o Santos tem de melhor no ano – concluiu.

Quando completar a lista, o Peixe só poderá fazer alterações quando (e se) chegar às quartas de final do Paulistão - quatro mudanças são possíveis. Fora disso, a única brecha prevista no regulamento é para o caso de um atleta se lesionar e não puder retornar antes do fim do torneio.

Veja a lista principal dos jogadores do Santos que aparecem aptos no site da Federação Paulista:

Goleiros: Vanderlei, Vladimir e João Paulo
Laterais: Victor Ferraz, Daniel Guedes, Romário e Caju
Zagueiros: David Braz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe, Cleber Reis e Gustavo Henrique
Meio-campo: Alison, Vecchio, Jean Mota, Léo Cittadini, Matheus Jesus, Renato, Yuri e Vitor Bueno
Atacantes: Rodrigão, Bruno Henrique, Copete, Sasha e Gabigol

A lista de jogadores da base:

Lateral: Emerson
Zagueiros: Robson Bambu e Matheus Guedes
Meio-campo: Lucas Lourenço, Victor Yan e Gabriel Calabres (Guilherme Nunes foi relacionado, mas ainda não aparece na lista da FPF)
Atacantes: Arthur Gomes, Yuri Alberto e Rodrygo

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 22/02/2018, às 21:07

Como estão indo os reforços mais badalados para 2018? Veja raio x

Titular? Reserva? Fazendo gols? Confira o que andam fazendo as contratações dos clubes



O mercado da bola foi movimentado e muitas negociações de impacto fora seladas para 2018. Mas como andam hoje os principais reforços dos times brasileiros? Muitos já são titulares nos seus novos times e estão "voando". Outros ainda estão em busca de espaço. Confira situações.



Henrique chegou ao Corinthians e já encontrou espaço no time titular. O zagueiro já tem dois jogos pelo Timão, porém a equipe foi vazada em ambos os duelos e ainda não venceu com ele em campo (1 a 0 para o São Bento e 1 a 1 diante do Red Bull Brasil).

Emerson Sheik ainda não foi titular desde que retornou ao Corinthians. São três jogos e nenhum gol ou assistência ainda. Ele entrou no segundo tempo dos três duelos.

Júnior Dutra chegou e conquistou seu espaço. Reserva nos dois primeiros jogos do Paulistão, ele marcou no segundo duelo (goleada por 4 a 0 sobre o São Caetano) e não demorou para virar titular. Ele esteve em campo nos oito jogos no Paulista, sendo titular em cinco oportunidades.



Lucas Lima chegou com tudo no Palmeiras. Oito jogos (todos como titular), um gol e três assistências. Tudo isso invicto - com seis vitórias e dois empates.

Gustavo Scarpa ainda está buscando seu espaço no Palmeiras. São três jogos, todos saindo do banco, sem gol ou assistência.

Marcos Rocha começou bem pelo Palmeiras. Titular em sete jogos e dono de quatro assistências.

Gabigol está iluminado em seu retorno ao Santos. Três jogos, todos como titular, e três gols - um em cada duelo. O último garantiu vitória no clássico sobre o São Paulo, no Morumbi.

Eduardo Sasha também está brilhando no Santos. O atacante tem sete jogos, dois gols e uma assistência. Ele ganhou vaga como titular em sua quarta partida e não perdeu mais o lugar.

Diego Souza já fez nove jogos pelo São Paulo, oito deles como titular. São dois gols pelo Tricolor, mas o meia-atacante ainda não solucionou os problemas do Tricolor no setor ofensivo.

Nenê chegou ao São Paulo e tornou-se titular, com cinco jogos disputados - todos entre os 11 principais. O meia já tem dois gols pelo Tricolor.

Anderson Martins começou com moral no São Paulo, sendo titular por três jogos - seus três únicos pelo Tricolor até aqui. Depois ele sentiu desconforto muscular na coxa esquerda e uma mialgia na região dorsal.

O meia Luiz Fernando foi titular em todos os sete jogos do Botafogo na temporada, mas ainda não balançou a rede pelo Glorioso.

Kieza está buscando seu espaço no Botafogo aos poucos. O atacante tem três jogos, todos saindo do banco, e um gol - em revés para o Flamengo por 3 a 1 na semifinal da Taça Guanabara.

Henrique Dourado chegou ao Flamengo com muita moral e em alta. Três jogos, todos como titular, e dois gols.

Já o atacante Marlos Moreno está procurando espaço. São apenas dois jogos - e saindo do banco no segundo tempo - e outros dois duelos como opção no banco, ainda sem gol marcado.

Jadson chegou bem ao Fluminense, logo conquistando vaga no time titular. O volante já tem seis jogos pelo Tricolor - todos entre os 11 principais.

O lateral-direito Gilberto já é peça importante no Fluminense: seis jogos, todos como titular, e dois gols marcados - ambos na partida contra o Salgueiro, goleada por 5 a 0 pela Copa do Brasil.

O volante argentino Desábato está em alta no Vasco. São sete jogos e lugar no time titular.

Rildo tem sido reserva neste começo de temporada no Vasco, mas sendo muito utilizado no segundo tempo das partidas. São seis jogos pelo clube (três deles pela Libertadores, saindo do banco) e dois gols.

Fred já tem sete jogos desde que voltou ao Cruzeiro. O atacante fez apenas um gol, mas tem "compensado" com participações em gols e fazendo trabalho de pivô.

O volante Bruno Silva tem quatro jogos na temporada, mas apenas dois como titular - e três como reserva não utilizado.

Roger tem variado entre jogos como titular e reserva. Já são seis jogos pelo Internacional, quatro como titular, e dois gols marcados - ambos em vitória por 3 a 0 sobre o Avenida.

Wellington Silva está buscando espaço no seu começo pelo Internacional. São dois jogos, ambos entrando no segundo tempo, e um como reserva não utilizado.

O lateral-direito Madson tem cinco jogos pelo Grêmio, todos como titular de time alternativo que vinha disputando o Campeonato Gaúcho.

O meia Alisson conseguiu lugar entre os titulares no Grêmio. São oito jogos pelo Imortal, três entre os 11 principais, e um gol marcado.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!