Publicada em 08/02/2018, às 15:23

Sidão diz ter gás a mais para acabar com barulho de críticos no São Paulo

Um dos responsáveis pela vitória sobre Bragantino, goleiro lembra que não perdeu como mandante

Sidão é o goleiro titular do São Paulo (Foto: Divulgação/saopaulofc.net)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

Sidão foi um dos responsáveis diretos pela vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Bragantino, quarta-feira, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Ele fez duas defesas fundamentais durante a partida (veja nos vídeos abaixo).

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Depois da boa atuação individual, o goleiro respondeu uma pergunta sobre se a contratação de Jean, ex-Bahia, aumenta a competitividade interna e dá um gás a mais para jogar melhor.

– O gás a mais é mais para comprovar para algumas pessoas que falam muito aí fora. Eles acabam me dando um gás para provar que estão errados. A competição interna é sadia. Não podemos misturar as coisas. Tem o Lucas Perri e o Lucas Paes também. A competição aqui dentro é bem sadia. É mais para o pessoal aí de fora parar de fazer barulho e entender que o Sidão é o titular do São Paulo hoje – disse Sidão.

– Já cheguei a me incomodar, mas hoje estou tranquilo. Tenho de dar as respostas com as mãos e os pés no campo. Vou continuar humilde e trabalhando. Dando a resposta no campo, que é o único lugar onde posso responde – reforçou.

Questionado sobre se sente que há uma desconfiança das pessoas com o seu futebol, Sidão disse:

– Não são todos, não. A grande maioria dos torcedores reconhece e é grata pelo que fiz pelo São Paulo prinicipalmente no ano passado, na situação em que o clube estava. Nesse ano creio que não dei motivo nenhum pra criar desconfiança. É isso: continuar trabalhando, quietinho na minha e dando a resposta em campo.

Com a vitória sobre o Bragantino, no Morumbi, SIdão chegou ao 16º jogo invicto como mandante pelo São Paulo, seja em jogos na casa tradicional do Tricolor ou no Pacaembu – vale lembrar que o São Paulo foi visitante no clássico diante do Corinthians.

No total, são nove vitórias e sete empates do goleiro com a camisa do São Paulo.

– Os números falam por si: desde que jogo no São Paulo, em todos os jogos como mandante venci ou empatei. Então, não tenho nenhuma derrota como mandante com a camisa do São Paulo.

Sidão também elogiou Jean, seu parceiro de concentração, e disse que tanto ele quanto Lucas Perri têm futuros promissores. O São Paulo acertou a contratação do goleiro ex-Bahia, de 22 anos, por cerca de 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 9,8 milhões).

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 24/02/2018, às 14:41

Pior do século: São Paulo não inicia ano com tantas derrotas desde 2000

Analisando os dez primeiros jogos oficiais de cada temporada do Tricolor paulista, a equipe do técnico Dorival Júnior é quem mais perdeu, sendo vencida em quatro partidas até agora

(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

Neste ano, Dorival Júnior alcançou quatro vitórias consecutivas, uma sequência que não ocorria no São Paulo desde março de 2015. Mas o pressionado treinador ostenta uma marca negativa: neste século, nunca o clube teve tantas derrotas (quatro) em suas dez primeiras partidas oficiais como em 2018.



A última vez que o time perdeu em 40% dos dez jogos iniciais em cada temporada ocorreu em 2000, sob o comando de Levir Culpi. Mas, há 18 anos, o desempenho era melhor: a equipe, ao menos, conseguiu seis vitórias, com um aproveitamento de 60% dos pontos que disputou - e foi campeão paulista.

Dorival acumula neste ano 53,3% de aproveitamento, com quatro derrotas, um empate e cinco triunfos. Neste século, só uma vez o time somou menos pontos em seus dez primeiros jogos: em 2014, sob o comando de Muricy Ramalho, com 50% de aproveitamento jogando apenas o Paulista, mas, ao menos, o time teve quatro vitórias, três empates e três derrotas, menos do que a sequência atual - e terminou o ano com o vice-campeonato brasileiro.

O mau início de 2018 ainda não trouxe grande prejuízo. Duas vitórias ocorreram na Copa do Brasil, na qual o Tricolor está na terceira fase. No Campeonato Paulista, apesar de só três triunfos, um empate e quatro derrotas, sendo o terceiro clube que mais perdeu no torneio, o São Paulo lidera o Grupo B, com dez pontos, superando a Ponte Preta, também com dez pontos, no número de vitórias (três contra dois), critério de desempate.



Com marcas negativas, e vindo de duas derrotas seguidas (para Santos e Ituano, pelo Paulista), Dorival Júnior foi cobrado pela diretoria em reunião nessa quinta-feira, mas ganhou mais um voto de confiança. Neste domingo, às 17h, recebe a Ferroviária, no Morumbi, com promessa de novos protestos por parte da Independente, principal organizada do clube.

Confira abaixo a tabela com o desempenho do São Paulo em suas dez primeiras partidas oficiais nas últimas 19 temporadas:



Conteúdo publicado originalmente no site Lance!