Publicada em 08/02/2018, às 11:28

Fracasso de 2017 faz Palmeiras trabalhar contra "oba-oba" após início de ano 100%

Time soma cinco vitórias em cinco rodadas, mas Paulista tem fase mata-mata

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

O Palmeiras vem sendo a sensação de 2018 até aqui. Tem jogado bem e é o único dos 12 grandes clubes do futebol brasileiro com 100% de aproveitamento nas competições estaduais. A campanha sob comando de Roger Machado é comemorada internamente, é claro, mas liga o sinal de alerta por conta de uma lição recente.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





No Campeonato Paulista de 2017, então treinada por Eduardo Baptista, a equipe também teve boa desempenho na primeira fase, com o melhor aproveitamento de pontos entre os 16 participantes. Logo no começo do mata-mata, porém, caiu para a Ponte Preta nas semifinais.

A eliminação precoce, com direito a uma derrota por 3 a 0 no jogo de ida, foi a origem da queda do treinador - que fazia um bom começo de trabalho, mas não resistiu à pressão e foi demitido após um tropeço também na Libertadores.

– É bom deixar bem claro que é apenas o início de trabalho. O oba-oba é externo. A gente quer continuar vencendo, está seguro do que quer. Passado é passado – lembrou Felipe Melo, autor do único gol da partida de volta contra a Ponte, em 2017.

Classificação encaminhada

No ano passado, o Palmeiras avançou de fase com 25 pontos, como líder do Grupo C, e o Novorizontino ficou com a segunda vaga da chave com 15 pontos (pontuação atual do time de Roger Machado). Restando sete rodadas, a classificação parece questão de (pouco) tempo.

Para obter vantagem na fase seguinte de disputar a segunda partida como mandante, é preciso ter a melhor campanha do que o adversário. Nas quartas, o primeiro colocado enfrenta o segundo colocado do mesmo grupo.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 09/02/2018, às 10:15

Dudu vê Palmeiras mais forte e destaca trabalho de Roger Machado

Capitão do Verdão comenta bom início da equipe no Paulistão: "Estamos nos adaptando rápido"

Dudu e Roger Machado na Academia de Futebol (Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

A palavra de capitão tem peso. Para o atacante Dudu, líder do Palmeiras e ídolo da torcida, o início 100% da equipe no Campeonato Paulista é resultado de um bom planejamento da diretoria e da rápida adaptação do grupo ao trabalho da nova comissão técnica.



Além de contratações pontuais, o Verdão abriu 2018 com Roger Machado no comando. Mesmo com pouco tempo, o trabalho do treinador é elogiado na Academia de Futebol.

– Estamos fazendo um trabalho bom, pré-temporada boa. A comissão técnica é nova, e o time está fazendo aquilo que é pedido. Estamos nos adaptando rápido. O Paulistão é o estadual mais difícil do Brasil, e ainda estamos 100%. Sabemos que uma hora podemos perder, mas temos de prolongar isso o mais distante possível – disse o atacante, que vê o elenco atual mais forte em relação ao ano passado:

– Fizemos algumas contratações pontuais, que estávamos precisando, chegaram novos jogadores. O time está sendo montado e treinado por um excelente treinador. Esperamos desenvolver ainda mais o que ele nos passa.
Depois de cinco rodadas, o Palmeiras é o único time do Paulistão com 100% de aproveitamento. Os 15 pontos deixam a equipe alviverde na liderança do Grupo C, sete pontos de vantagem para o vice-líder São Bento - Novorizontino, com sete pontos, e Ferroviária, com cinco pontos, completam a chave.



A sequência positiva, que será testada mais uma vez no próximo sábado, contra o Mirassol, no interior, é destacada por Dudu.

– Pega confiança. Estamos fazendo um bom começo de ano, isso nos deixa muito esperançosos para dar seguimento durante toda a temporada – acrescentou.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte