Publicada em 08/02/2018, às 22:11

Em "caso de força maior", Conmebol autoriza Fla x River na Ilha do Urubu

Rubro-Negro alega que Maracanã não teria condições de receber a partida do dia 28 de fevereiro e permite a estreia no campo da Ilha do Governador

Aquecimento do Flamengo na Ilha do Urubu: estreia contra o River Plate será com portões fechados no campo do estádio Luso-Brasileiro (Foto: Reprodução/Twitter)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Flamengo direto no seu Messenger.

Em comunicado divulgado nesta noite de quinta-feira, a Conmebol autorizou o Flamengo a realizar sua estreia na Ilha do Urubu, dia 28 de fevereiro, contra o River Plate. A direção de competições informou que recebeu a solicitação do Flamengo de troca do Maracanã, que vai ser palco de shows musicais no dia 22 e 25 - por isso, não teria condições adequadas de receber a estreia -, para o estádio Luso-Brasileiro e aceitou o pedido rubro-negro.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Apesar da autorização para o jogo do fim deste mês, a Conmebol esclarece que não vai permitir a utilização da Ilha do Urubu em outro jogo da Libertadores e em torneios organizados pela Conmebol. O regulamento de competições da entidade sul-americana foi modificado do ano passado - quando o Flamengo atuou contra o Palestino e a Chapecoense na Ilha - para este ano, com restrição a arquibancada provisória, informou a assessoria da Conmebol.

O Rubro-Negro ainda vai ter desconto de US$ 7 mil (cerca de R$ 22 mil) de verbas de direitos de TV e de patrocinadores, pela alteração no campo de jogo.

Na nota, a Conmebol reconheceu que a desmontagem da estrutura e a recuperação do gramado ficariam prejudicados com apenas dois dias de intervalo entre o show no Maracanã do dia 25 de fevereiro e o jogo do Flamengo no dia 28.

Confira trechos da nota da Conmebol abaixo:

"A situação que se rapresenta neste caso é um caso de força maior, onde a Conmebol tem autoridade para decidir a respeito; O Flamengo apresentou alternativa o estádio 'Ilha do Urubu', também na cidade do Rio de Janeiro para a realização da partida; O estádio 'Ilha do Urubu' tem parte de sua arquibancada temporária, o que não está permitido pelo Regulamento de Competições (artigo 71). No entanto, excepcionalmente, e tratando-se de um jogo de portas fechadas, sem a utilização de tais arquibancadas, única e exclusivamente para esta partida, devido as circunstâncias, a Conmebol autoriza a realização da partida na 'Ilha do Urubu'".

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 18:28

Recurso é negado e Flamengo jogará sem torcida em dois jogos na Liberta

Partidas da fase de grupos contra River Plate, da Argentina, e Independiente Santa Fe, da Colômbia, serão disputadas com portões fechados no Rio de Janeiro

Torcedor não poderá assistir aos dois primeiros jogos do Flamengo na Liberta (Foto: Reginaldo Pimenta / Raw Image)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Flamengo direto no seu Messenger.

O departamento jurídico estava confiante em minimizar as punições, mas a Conmebol negou o recurso apresentado pela defesa do Flamengo na quinta, em julgamento realizado na sede da entidade em Luque, no Paraguai, mantendo as penas pelos episódios de violência na final da Sul-Americana de 2017, contra o Independiente-ARG, em dezembro, no Estádio do Maracanã.



Assim, as partidas contra River Plate, da Argentina, e Independiente Santa Fe, da Colômbia, serão disputadas com os portões fechados no Rio de Janeiro. Os jogos acontecerão no dia 28 de fevereiro e 18 de abril, respectivamente.

Além disso, o Clube da Gávea foi penalizado com uma multa de 300 mil dólares, cerca de R$ 970 mil.

Os torcedores do Flamengo só poderão comparecer a uma partida com mando de campo do Rubro-Negro pela Copa Libertadores diante do Emelec, do Equador, válido pela quinta rodada do Grupo 4, no dia 16 de maio.



Conteúdo publicado originalmente no site Lance!